Sauber: Não somos time B da Ferrari, somos o time A da Alfa

Chefe da escuderia suíça, Fred Vasseur diz que executivos querem “equipe completa da Alfa Romeo” na Fórmula 1

Após estabelecer uma parceria com a Alfa Romeo para 2018, o chefe da Sauber negou que o time vá ser uma equipe B da Ferrari na Fórmula 1. Fred Vasseur, que se juntou ao time em junho do ano passado no lugar de Monisha Kaltenborn, disse que, apesar de as duas montadoras estarem sob tutela do grupo Fiat, os dois negócios são separados.

"Os executivos da empresa querem uma equipe completa da Alfa Romeo", disse Vasseur ao Auto Hebdo.

"Mesmo que tenhamos que confiar no motor Ferrari por enquanto, o objetivo não é ser um time B da Ferrari, mas um time A da Alfa Romeo", insiste.

"Ainda haverá uma ponte entre essas duas entidades, na parte dos pilotos e na parte do treinamento."

Vasseur diz que é importante para a equipe encontrar estabilidade financeira após anos em declínio. Ele especula que os dias das equipes independentes na F1 estão quase acabados.

"Pessoalmente, no longo prazo, não vejo a sobrevivência de uma equipe privada na Fórmula 1", disse ele.

"Pode ter uma ou duas grandes temporadas, como a Force India. Mas, no menor sinal de crise, tudo pode mudar. Com nossa parceria com a Alfa Romeo, a equipe se estabilizará."

Com o novo acordo, a Sauber contratou bastante para 2018, mas Vasseur acredita que a diferença será feita principalmente na segunda parte da temporada.

"O primeiro grupo começou com a gente em 1º de novembro", confirmou. "Os outros vão começar passo a passo. Em todo caso, só nos beneficiaremos na segunda metade da temporada em 2018."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias