Sauber nega que acordo com russos não tenha sido cumprido

Após boatos de que primeira parcela não havia sido paga, equipe suíça critica imprensa “preparada para dar falsas notícias”

A parceria da Sauber com companhias russas já rendeu a primeira polêmica. Após ter sido reportado pela imprensa alemã que a equipe suíça não havia recebido a primeira parcela do pagamento prometido em contrato, o time veio a público nesta quarta-feira com um comunicado desmentindo o ocorrido.

A equipe também disse que a parceria com a NIAT (Instituto Nacional de Tecnologias de Aviação) é apenas tecnológica, colocando a responsabilidade do pagamento monetário nas outras partes do contrato, as quais diz que cumpriram o valor acordado. Segundo o time, Sergey Sirotkin permanece como um dos pilotos para o ano que vem.

"A colaboração com os parceiros russos, como foi anunciado por nós, está progredindo bem", diz a equipe.

"O contrato com o piloto Sergey Sirotkin está acertado. Os preparativos para a sua participação na equipe, como também anunciamos, vão começar na próxima semana, após o fim do período de férias.

"Além disso, os pagamentos iniciais para a equipe já foram feitos, conforme o contrato. Um envolvimento financeiro por parte do NIAT (Instituto Nacional de Tecnologias de Aviação) nunca foi discutida. O plano previa uma parceria puramente técnica. Estamos espantados com o negligência com que alguns meios de comunicação estão preparados para espalhar falsos boatos e rumores ".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias