Sauber perde apelação na Corte australiana contra Van der Garde

Piloto holandês continua a ter direito de correr neste fim de semana. Equipe anuncia dupla antiga

Depois de apelar contra a decisão de ganho de causa para o piloto Giedo van der Garde pela Suprema Corte australiana de Victoria, na Austrália, a Sauber perdeu novamente o novo julgamento, realizado nesta quinta-feira. Portanto, por decisão da justiça, o piloto holandês deverá correr o GP da Austrália.

No entanto, o time anunciou na lista de inscrição que mantém sua dupla, com Felipe Nasr e Marcus Ericsson. Confira:



Ex-piloto de testes da Sauber, Van der Garde entrou na justiça australiana para ter o direito de correr no GP de abertura da temporada 2015 neste fim de semana, após a Sauber não ter cumprido seu contrato para correr neste ano.

A Corte resolveu recusar a apelação da Sauber, mantendo seu veredicto. Um comunicado foi lido na Corte nesta quinta-feira. “Não consideramos esta apelação de interesse da justiça. A apelação foi negada porque não vimos erro nas ações tomadas pelo tribunal.”

A defesa da Sauber foi em cima do fato de que seria um grande risco Giedo van der Garde correr, já que não treinou no C34. “O júri observou que estes eventos foram bastante regulados, e temos certeza de que todos os requisitos estão de acordo.

A decisão significa que agora a Sauber tem três pilotos para participar do GP da Austrália deste final de semana, Van der Garde, Felipe Nasr e Marcus Ericsson. O time ainda não se pronunciou oficialmente sobre isso.

Caso Van der Garde não corra, o time pode ter seus bens confiscados pela justiça australiana. Segundo diz a imprensa mundial, o clima no time suíço nao é bom.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias