Sauber prevê que um melhor acerto vai ser primordial para bom desempenho na China

Equipe que brilhou na primeira etapa, não conseguiu um bom desempenho na Malásia e pretende fazer um grande resultado na China

A equipe Sauber planeja fazer uma corrida muito melhor na China do que foi em Sepang, primeiramente pela temperatura mais amena que será em Xangai, porém sabe que apenas um bom acerto nos carros fará com que o time volte a marcar pontos.

[publicidade]Tudo isso é por conta do traçado do circuito chinês que é bastante desafiador, com curvas de baixas, de altas, frenagens fortes e uma longa reta. Ou seja, só um carro equilibrado conseguirá fazer um bom final de semana.

Felipe Nasr tem pouca quilometragem no traçado. O brasileiro fez o primeiro treino livre em 2014, pela equipe Williams, mas garante que isso não será problema, e está ansioso para chegar a China.

“No ano passado, durante o GP da China eu tive a minha primeira sessão com a Williams. Eu nunca corri neste circuito, mas é bom que eu já uma noção. A pista tem uma combinação de alta velocidade e curvas de baixa velocidade, o que é bastante exigente para os pneus e desafiadoras para encontrar um bom equilíbrio para o carro. Além disso, o circuito tem uma reta, que é a mais longa de todo o calendário de corrida. Eu acredito que este poderia ser positivo para nós como temos uma velocidade máxima forte. Como a pista tem algumas curvas de baixa velocidade, a tração pode ser importante também. Eu estou ansioso para um fim de semana de corrida positiva e de marcar pontos novamente”, disse.

Marcus Ericsson não conseguiu completar o GP malaio mas disse que isso é passado. O sueco já está com a cabeça focada para a próxima etapa e sabe o que deve fazer para conseguir um bom desempenho em Xangai.

“O circuito que conheço desde o ano passado, mas não é fácil com uma mistura de alta velocidade nas retas e curvas lentas. Além de ter algumas curvas de difícil de frenagem, portanto, a estabilidade do carro nas freada é importante. Eu acredito que o acerto será semelhante ao que tivemos na Malásia, como o layout da pista tem .algumas características relacionadas. As condições climáticas serão diferentes, pois não é tão quente como em Sepang, o que também terá uma influência sobre a economia dos pneus. Eu tenho um bom sentimento de viajar para a China, porque temos um carro competitivo. Estamos ansiosos para chegar em Xangai e continuar a melhorar, e talvez marcar pontos novamente. Estou confiante de que vai para ser um fim de semana positivo para nós”, espera
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias