Sauber quer ultrapassar a Mercedes no Mundial de Construtores

A CEO da equipe, Monisha Kaltenborn, salienta como o time não vem perdendo fôlego após surpreender no início do ano

Depois de conquistar seu terceiro pódio na temporada, com Sergio Perez, em Monza, a Sauber mira em ultrapassar a Mercedes no Mundial de Construtores. De acordo com a CEO da equipe. Monisha Kaltenborn, o objetivo é chegar à quinta colocação na tabela. Atualmente, a Sauber tem 100 pontos, contra 126 do time alemão.

“Antes do início dissemos que queríamos melhorar significantemente nossa posição no Mundial. Tendo terminado em sétimo em 2011, isso quer dizer ficar em quinto neste ano. É nosso objetivo ambicioso, mas você tem de mirar alto. E tenho confiança na equipe.”

Monisha destacou a continuidade da boa performance da Sauber, que surgiu no início do ano como uma das surpresas da temporada e segue andando forte. Antes do pódio na Itália, a equipe conquistou o segundo e quarto lugares no grid de largada do GP da Bélgica.

“Depois de nosso início forte, muitos previam que as rodas cairiam, por assim dizer, ao longo da temporada. A realidade, no entanto, é que estamos cada vez mais fortes, e estou antecipando que continuaremos gerando boas performances no último terço da temporada”, garantiu.

 “Os pontos fracos do carro do ano passado foram quase completamente erradicados, e o desenvolvimento do C31 está acontecendo em alto nível e de maneira extremamente eficiente. Além disso, a estabilidade voltou à equipe depois de uma fase muito difícil depois da saída da BMW em 2009.”

A indiana reforçou que o carro continuará recebendo novas peças nas próximas corridas, ainda que a equipe já trabalhe no projeto do ano que vem.

“Vamos levar uma série de novidades para as próximas corridas na Ásia, ao mesmo tempo em que desenvolvemos o carro do ano que vem. Então não é só uma questão de desenvolvimento, mas, particularmente, de eficiência.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias