Schumacher revela problemas e surpresa com circuito do Texas

Alemão diz ter tido furos em dois jogos de pneus e revelou que a curva 1 é mais impressionante fora do que dentro do carro

Michael Schumacher terminou o primeiro dia de treinos para o GP dos Estados Unidos em décimo, mas acredita que seria possível ter ido mais longe nesta sexta-feira em Austin. Ouvido pelo TotalRace, o alemão revelou que teve problemas.

“É difícil dizer onde estamos. Tivemos alguns problemas. Perdi dois jogos de pneus por pequenos furos e só sobrou um jogo que eu tinha usado pela manhã. Assim, o trabalho ficou um pouco comprometido e não foi um dia ideal.”

Schumacher se disse surpreendido pelo traçado da pista norte-americana. “[A pista é] muito interessante e desafiadora. É bem diferente do que eu imaginava depois de ter andado pelo traçado, já que você senta um metro mais baixo e a perspectiva muda. Você não consegue mais ver alguns detalhes e precisa se adaptar”, afirmou.

O alemão deu de ombros para a elevada primeira curva do circuito: para ele, é mais impressionante de fora do que de dentro do carro. “A curva 1 parecia a mais desafiadora olhando de fora, mas para mim ela não é relativamente simples. O grande desafio acontece depois, entre as curvas 3 e 9.”

Seu companheiro, Nico Rosberg, saiu animado dos treinos, com o sétimo lugar, e se mostrou surpreso pelo público presente ao Circuito das Américas.

“Fizeram um grande trabalho com o traçado. Tivemos boas-vindas nos Estados Unidos e dá para ver isso pela quantidade de gente que tinha aqui em uma sexta-feira”, destacou o alemão. “Tivemos um bom início em nosso programa de hoje, e o carro parecia melhor do que na última prova. As condições eram difíceis, particularmente de manhã por causa do frio, que deixou os pneus no limite.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias