Schumacher teve superaquecimento, furo de pneu e punição na corrida

Azarado, heptacampeão disse que corrida terminou antes mesmo de começar; Nico Rosberg fez o “ponto de honra” da Mercedes

A corrida do Grande Prêmio da Hungria foi extremamente complicada para Michael Schumacher. Já na largada abortada, o piloto teve que desligar seu motor por conta da alta temperatura que se encontrava. Após largar dos boxes, teve um pneu furado. Quando fez sua troca, levou uma penalização por excesso de velocidade no pit lane.

"No início, a temperatura do motor estava muito alta e eu decidi desligar. Depois tive um furo de pneu. Por fim, um drive-through, pois passei rápido demais. A corrida terminou antes de começar", disse Schumacher ao TotalRace.

Indagado porque seu despenho - e de Rosberg - não foi tão bom como em Mônaco (mesmo com as condições de carro parecidas), Schumacher justificou.

"As outras equipe devem ter melhorado mais do que a nossa, além do calor extremo que estava aqui em relação à Mônaco, o que não é muito bom para nosso modelo", comentou.

Rosberg, que teve a honra de marcar um pontinho para a Mercedes, disse que o fim de semana todo foi complicado e que não foi rápido o suficiente.

"Na corrida de hoje, tive uma boa largada e consegui ganhar três posições, tirando o máximo proveito dela. Estar feliz com um ponto não é uma situação ideal. Precisamos descobrir por que não estamos no ritmo. Espero que possamos fazer melhor em Spa após o intervalo", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias