Sebastian Vettel sobre testes: "Não dá para ver nada ainda"

Para bicampeão, McLaren, Ferrari, Mercedes e até sua Red Bull são um "grande desconhecido", mas Lotus se mostrou bem

Vettel andou com o RB8 nos dias 10 e 11 de fevereiro

Sebastian Vettel não acredita que seja possível tirar qualquer conclusão em relação ao rendimento dos carros após a primeira rodada de testes de pré-temporada, realizados semana passada em Jerez de la Frontera, na Espanha.

Para o atual bicampeão mundial, o início dos testes dos últimos anos mostra que o rendimento ainda não é indicativo de como será o campeonato.

“Há um pouco de referência quando você olha para as saídas de pista que eles estão fazendo, mas se você olhar para anos anteriores há muito sobe e desce. Não dá para ver nada ainda”, afirmou em entrevista após os testes.

Para o piloto da Red Bull, o banimento do escapamento soprado no difusor, baseado no qual seu carro de 2011 foi pensado, dá a chance para os rivais encostarem no time que venceu 12 das 19 provas do ano passado.

“A mudança nas regras também deu aos outros uma oportunidade de diminuir a diferença, então vamos ver o que acontece.”

O que o alemão pode ver até agora, no entanto, foi a evolução da Lotus, pilotada neste ano por Kimi Raikkonen e Romain Grosjean. Contudo, como Vettel não acredita que os times grandes tenham mostrado suas garras ainda, é difícil dizer onde esta evolução levará o time de Enstone.

“A Lotus é muito boa pelo que vi – rápida e consistente. Ferrari e McLaren são o grande desconhecido, e talvez nós também. Agora esperamos pela Mercedes e então saberemos um pouco mais, certamente no último teste em Barcelona.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias