Segundo, Alonso promete "lutar até o final" pelo título

Mesmo tendo descontado apenas três pontos em relação a Vettel, espanhol se disse feliz com o resultado

Fernando Alonso talvez não imaginasse chegar em segundo no GP de Abu Dhabi após sair em sétimo no grid. Porém, acabou vendo uma grande oportunidade de diminuir a vantagem de Sebastian Vettel na liderança lhe dar apenas três pontos a mais que o alemão, que chegou em terceiro após largar dos boxes. Ainda assim, o espanhol nem pensa em desistir. “Ainda faltam duas etapas e vamos continuar lutando até o final.”

O piloto da Ferrari acredita que saiu no lucro em uma corrida na qual a Ferrari não andou bem, sendo superada por Lotus e Williams na classificação. “Estou muito feliz, pois este foi um final de semana em que não estávamos muito competitivos e acabamos largando em sétimo e sexto mesmo com a punição de Sebastian.”

Ouvido pelo TotalRace, o asturano lembrou que poderia ter saído com um prejuízo grande de Abu Dhabi se Vettel não tivesse sido punido. “Estou orgulhoso do trabalho e também da equipe. Sebastian largou em último e chegou em terceiro, mas era para ter saído de terceiro e nós, de sétimo. Íamos perder seis ou oito pontos e acabamos ganhando três. Poderíamos ter ganhado mais pontos? Certamente, mas acho que tem de olhar pelo outro lado: com o ritmo pobre que tivemos por todo o final de semana, foi um prêmio fantástico.”

Perguntado sobre a sorte, o espanhol acredita que ela segue do lado de Vettel - e espera uma virada nas provas finais. “Não acho que a sorte me ajudou, acho que ela vai me devolver o que tirou de mim. Quando larga em último e chega em terceiro, por mais rápido que seja, sempre precisa ter muita sorte. E, se um carro não tivesse passado em cima de mim em Spa e o pneu não tivesse furado em Suzuka, estaríamos 30 pontos na frente. Esses 30 pontos chegarão cedo ou tarde.”

O espanhol ultrapassou Jenson Button e Mark Webber na primeira volta e superou Pastor Maldonado antes da primeira parada, chegando ao segundo posto. No final, esboçou lutar pela vitória com Raikkonen, mas não conseguiu se aproximar o suficiente.

“Tivemos de lutar desde o início, com várias ultrapassagens e uma ótima estratégia para podermos superar rivais mais rápidos. No final, tentamos nos aproximar de Kimi, que estava lento nas últimas voltas, mas não foi possível.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias