Segundo após largar em sétimo, Kimi lamenta classificação ruim

Após seu terceiro pódio em quatro etapas, finlandês admite perda de tempo no início da prova no meio do tráfego

Após largar em sétimo e não ter o início de prova dos sonhos, Kimi Raikkonen mais uma vez usou o bom desempenho de sua Lotus com os pneus para parar uma vez a menos que os rivais e garantir o segundo lugar no GP do Bahrein.

Com o repeteco do resultado do ano passado, o finlandês conquistou o terceiro pódio em quatro etapas e se firmou na segunda colocação no campeonato de pilotos, a 10 pontos do líder Sebastian Vettel e 17 à frente de Lewis Hamilton, terceiro na tabela.

Raikkonen afirmou que a estratégia de dois pit stops já havia sido definida pela Lotus após os treinos livres. O piloto chegou a reclamar via rádio que fizera o segundo pit cedo demais, pois ainda tinha rendimento. Porém, no final, assegurou tranquilamente o segundo posto.

“A classificação de ontem não foi o ideal, mas já tínhamos planejado tentar fazer essa estratégia de duas paradas ainda na sexta-feira, e parecia algo tranquilo para nós.”

Raikkonen lembrou que não teve um grande início, mas o carro foi melhorando ao longo da corrida. “Não tive as melhores primeiras voltas possíveis e, inclusive, perdi duas posições, mas o carro foi ficando cada vez mais na minha mão ao longo da prova. O ritmo era bom e acabou dando certo.”

Assim, Raikkonen completou 21 corridas seguidas nos pontos e está a três de igualar o recorde histórico de Michael Schumacher.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias