Em segundo no grid, Vettel agradece a Raikkonen por ajuda

Líder do campeonato fazia classificação discreta, mas vácuo do companheiro de equipe o ajudou a pular para a primeira fila em Spa

Sebastian Vettel agradeceu a ajuda dada por Kimi Raikkonen na fase final do treino classificatório para o GP da Bélgica, o que proporcionou o alemão o segundo lugar no grid de largada.

Na disputa do Q3, Vettel tinha participação discreta. Contudo, em sua última tentativa, o tetracampeão saltou para o segundo lugar, com 0s2 de atraso para o pole position, Lewis Hamilton, seu principal rival na disputa pelo título.

Depois da sessão, Vettel explicou que Raikkonen contribuiu para sua reação ao fornecer vácuo durante a longa reta, o que proporcionou que sua velocidade final fosse mais alta do que em condições normais.

“Tive uma pequena ajuda de um amigo”, brincou Vettel. “Kimi precisou abortar sua volta e ele foi muito generoso em me dar um bom vácuo no último setor, o que me deu cerca de 0s2. Então, isso ajudou”, continuou.

De acordo com o piloto, a atuação discreta até então foi graças a um desconforto com o carro. “No Q1, eu estava feliz com o carro, ele estava incrível. No Q3, na primeira volta, eu estava perdendo a sensação na parte dianteira”, explicou.

“A minha segunda volta no Q3 foi melhor nesse sentido, e tive uma pequena ajuda. Mas foi difícil frear na última curva, porque, com o vácuo, eu cheguei mais rápido, e a freada nunca é fácil.”

“Nosso ritmo está muito bom neste fim de semana – menos em volta lançada, mais em ritmo de corrida, então vamos ver o que podemos fazer”, completou.

O alemão lidera o campeonato com 14 pontos de vantagem para Hamilton.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Tipo de artigo Últimas notícias