Sem combustível, Webber é punido e largará em último no domingo

Australiano ficou parado durante o Q2 e perdeu o 14º devido ao regulamento que exige amostra de um litro após o treino

Webber está apreensivo com possível punição

Desde que chegou à China, Mark Webber vem sendo o centro das atenções. Tudo por causa do polêmico GP da Malásia e da crescente rivalidade com Sebastian Vettel. Mas no momento a preocupação do australiano não é em disputar a primeira colocação com Vettel, como na Malásia, mas em fazer uma corrida de recuperação daquelas, já que largará em último amanhã. O australiano ficou sem combustível durante o Q2 neste sábado em Xangai, por isso fez só o 14º melhor tempo, mas acabou punido pela FIA, pois o regulamento exige que haja uma amostra de um litro no tanque de cada carro após o treino. 

Após a classificação, Webber parecia já prever a punição e tentava em vão se defender.  “Vamos ver o que diz o regulamento. Podemos sofrer um golpe duplo. Tivemos um problema de pressão no sistema de abastecimento e isso fez com que o carro parasse no meio do treino e significou o fim da nossa classificação”, lamentou o piloto da Red Bull. “Com certeza passaremos por todo aquele processo”, continuou o piloto. O episódio lembrou situação semelhante ocorrida com Vettel no ano passado em Abu Dhabi. Na ocasião, o alemão foi punido.

De qualquer maneira, largando mais atrás, Webber pode repetir o desempenho que teve em 2011, quando saiu da 18ª posição e terminou no pódio. Amanhã, ele terá mais jogos novos de pneus para repetir a estratégia. “Eu acho que todo mundo está no mesmo barco em relação aos pneus. O composto macio não é para essa pista, realmente”, desconversou o australiano, que estava otimista antes do problema. “Fiquei bem desapontado, pois fizemos um ótimo Q1 e o carro esteve rápido durante todo o final de semana”, afirmou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias