Sem concorrência, Hamilton crava sétima pole seguida; Massa é 5º

Britânico se aproveita de problema no motor de Rosberg antes do treino e largará mais uma vez na posição de honra

Foi bem fácil. O inglês Lewis Hamilton cravou neste sábado sua 49ª pole position na Fórmula 1, 11ª de 2015 e sétima seguida de forma dominadora. O piloto desde o Q1 não teve concorrentes diretos, principalmente após Nico Rosberg ter trocado seu motor do GP da Itália para a unidade utilizada em Spa-Francorchamps, há duas semanas. Segundo fontes, este motor a combustão teria 15 cv a menos.

Com isso, Lewis cravou 1:23.397s, 0.234s mais rápido que o finlandês Kimi Raikkonen da Ferrari. Vettel foi o terceiro e Rosberg o quarto. O alemão roubou o quarto lugar de Massa na última volta. O brasileiro sairá de quinto ao lado do companheiro Bottas.

Felipe Nasr não conseguiu bater o companheiro Marcus Ericsson pela quarta vez seguida e sairá de 12º lugar.

Q1

Hamilton foi rápido ao anotar o tempo de 1:24.251, se colocando de maneira tranquila 0.7s à frente do resto do grid. Bottas vinha em segundo, com Massa em quarto. Vettel era o terceiro. Isso até que Rosberg resolveu andar rápido, ficando a 0.358s do tempo de Hamilton em segundo lugar.

Logo no fim da sessão, Ricciardo e Verstappen, que tinham problemas mecânicos em seus carros, conseguiram ir à pista. O australiano conseguiu passar para o Q2, já o holandês foi obrigado a desistir de sua volta após sua carenagem traseira se despedaçar por estar solta na entrada da Curva Grande.

Foram eliminados na ordem Jenson Button, Fernando Alonso, Will Stevens, Roberto Merhi e Max Verstappen. Os pilotos da McLaren perderão dez posições no grid.

Q2

Após passar para o Q2, Daniel Ricciardo não tomou parte no treino. Ele perderá 25 posições no grid e resolveu poupar seu carro.

Hamilton foi o primeiro do final de semana a virar abaixo de 1:24s, com 1:23.383s. Superior, o britânico foi para os pits e não mais voltou à pista. As Ferraris de Raikkonen e Vettel chegaram perto, mas não menos de 0.3s. Rosberg era o quarto com as duas Williams atrás.

Foram eliminados Pastor Maldonado, Felipe Nasr, Carlos Sainz, Daniil Kvyat (perde 15 posições) e Ricciardo. O brasileiro Nasr mais uma vez ficou atrás do parceiro Ericsson, que conseguiu chegar ao Q3.

Q3

Nico Hulkenberg teve problemas no meio da sessão e fez apenas uma volta rápida. Lewis Hamilton foi soberano de 1:23.397s, e apenas viu as Ferraris se aproximarem no fim da sessão. Rosberg superou Felipe Massa em sua última volta pelo quarto lugar, com Bottas em sexto.

O GP da Itália está marcado para às 9h da manhã neste domingo com transmissão da TV Globo.

Confira o grid:

Pos.  Piloto  Carro / Motor   Tempo Dif.
Lewis Hamilton Mercedes 1'23.397  
Kimi Räikkönen Ferrari 1'23.631 0.234
Sebastian Vettel Ferrari 1'23.685 0.288
Nico Rosberg Mercedes 1'23.703 0.306
Felipe Massa Williams/Mercedes 1'23.940 0.543
Valtteri Bottas Williams/Mercedes 1'24.127 0.730
Sergio Pérez Force India/Mercedes 1'24.626 1.229
Romain Grosjean Lotus/Mercedes 1'25.054 1.657
Nico Hülkenberg Force India/Mercedes 1'25.317 1.920
10  Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 1'26.214 2.817
11  Pastor Maldonado Lotus/Mercedes 1'24.525 1.128
12  Felipe Nasr Sauber/Ferrari 1'24.898 1.501
13  Will Stevens Marussia/Ferrari 1'27.731 4.334
14  Roberto Merhi Marussia/Ferrari 1'27.912 4.515
15  Carlos Sainz Toro Rosso/Renault 1'25.618 2.221
16  Daniil Kvyat Red Bull/Renault 1'25.796 2.399
17  Jenson Button McLaren/Honda 1'26.058 2.661
18  Fernando Alonso McLaren/Honda 1'26.154 2.757
19  Max Verstappen Toro Rosso/Renault   -
20  Daniel Ricciardo Red Bull/Renault   -
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Sub-evento Sábado classificação
Pista Autodromo Nazionale Monza
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Relato de classificação