"Sem erros, podemos bater Vettel", diz Alonso sobre fim de semana

Espanhol volta a pedir que a sorte mude de lado e garante que não se incomoda com as críticas após atuação em Mônaco

Vindo de um fim de semana difícil em Mônaco, o espanhol Fernando Alonso parece estar com um pé atrás quanto à possibilidade de conseguir um bom resultado no Canadá, mesmo após ter sido o mais rápido no primeiro dia de treino. Ouvido pelo TotalRace, o piloto da Ferrari disse que o GP de Montreal será imprevisível e seu foco é terminar à frente de Sebastian Vettel, atual líder do campeonato.

“Nosso objetivo aqui é fazer uma boa corrida, em primeiro lugar. É um fim de semana muito delicado e o resultado final será decidido nos detalhes. Por isso, temos que os concentrar ao máximo, evitar qualquer tipo de erro. Se fizermos isso, podemos bater Vettel, que é a nossa meta prioritária”, admitiu Alonso.

O bicampeão do mundo voltou a falar da “sorte” de Vettel e pedir que a fortuna mude de lado. “Ainda temos muitas corridas, muitos pontos em disputadas, mas as seis corridas até aqui foram bem afortunadas para ele (Vettel). Na última, as duas red Bull ganharam a posição do Hamilton devido ao Safety Car. Espero que a roda da fortuna mude de lado daqui para frente”, comentou.

A atuação em Mônaco valeu algumas críticas ao espanhol, que chegou a ser ultrapassado por dois carros, teoricamente inferiores, a McLaren de Pérez e a Force India de Sutil. Mas Alonso garante que internamente, o clima não mudou na Ferrari. “Está tudo igual. Estamos no começo de junho e não há diferença em relação a maio ou abril. Se Montezemelo e Domenicali não estivessem satisfeitos, aí eu teria uma preocupação. Mas em relação às críticas, é assim: fazemos uma corrida boa, outra má e uma parte sempre acaba criticando. Mas estamos tranqüilos, pois sabemos o que funcionou e o que deu errado”, afirmou.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias