Sem futuro garantido, Massa elege F-E como próximo destino

Brasileiro que não tem permanência certa na Williams em 2018, diz que categoria de carros elétricos será seu próximo passo

Há um ano, Felipe Massa anunciava aposentadoria da F1 após o término da temporada 2016. O plano teve que ser revisto, após pedidos da Williams, ao ver Valtteri Bottas se transferir para a Mercedes, e tendo somente o novato Lance Stroll como referência no time.

Nesta quinta-feira em Monza, o brasileiro falou novamente sobre seu futuro, mas desta vez sem nenhum anúncio oficial, como há 12 meses, mas caso tenha que se despedir da atual categoria.

“Sim, a Fórmula E”, respondeu Massa quando perguntado se tinha uma carta na manga caso não ficasse na Williams.

“Fiz um teste para Jaguar quando decidi parar na F1, eu estava conversando com algumas equipes na Fórmula E, e queria pilotar o carro para ver como é."

“Acho fantástico e vejo um grande futuro nesta categoria para um piloto, especialmente após a F1."

“Tudo é uma questão de aprendizado para se acostumar em uma categoria diferente. Seria como um reinício, mas vou decidir isso quando parar na Fórmula 1.”

Mesmo ponderando esta possibilidade, Massa ainda quer ficar na F1.

“Sinto que estou competitivo, e se você está fazendo um bom trabalho, acho que isso realmente me motiva”, disse ele.

“Não quero estar na Fórmula 1 para ficar na parte de trás do grid, quero estar para ser competitivo e isso é parte da minha ideia para o futuro.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pista Monza
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias