Sem garantia, Vandoorne trabalha por vaga na McLaren em 2017

Campeão da GP2 utilizará 2016 como mais um ano de preparação para chegar à Fórmula 1

O atual campeão da GP2, Stoffel Vandoorne, disse que não tem nenhuma garantia de que conseguirá um lugar na equipe McLaren de Fórmula 1 em 2017.

O belga dominou a GP2 durante a temporada de 2015, conseguindo sete vitórias e 16 pódios em seu caminho para o título.

Mas apesar de seu ano reinante, Vandoorne ficou sem uma vaga na Fórmula 1 e está se preparando para competir na Super Fórmula Series, no Japão, durante 2016.

Embora Vandoorne ainda seja parte da equipe McLaren como piloto reserva, ele admite que não foi prometido um carro de corrida para 2017.

"Nada foi prometido, mas estou trabalhando para chegar à F1, que é definitivamente onde eu quero estar", disse Vandoorne durante uma conferência por telefone na sexta-feira.

"Eu já queria estar lá este ano, e eu me sinto 100% pronto para estar lá. Infelizmente não havia lugares disponíveis nesta temporada, então eu tenho que trabalhar para 2017".

"Eu sinto que estou no lugar certo (na McLaren), eles confiam em minhas habilidades. Não há garantias, mas seria um bom lugar para eu correr. Eu estou com a equipe há alguns anos e nós tivemos muito sucesso juntos".

"Espero que possamos construir um futuro de sucesso e espero que eu possa obter um carro de corrida aqui."

Negociação com Super Fórmula ainda não foi fechada

Vandoorne disse que sua negociação para competir na Super Formula ainda não foi finalizada, mas ele está otimista de que é apenas uma questão de tempo.

"Nós ainda estamos trabalhando (um acordo com a Super Fórmula), mas definitivamente estamos indo nessa direção", acrescentou. "Estão em curso conversações entre McLaren e Honda, mas estou confiante que o acordo vai acontecer em breve".

"Com isso e meu papel de reserva na McLaren será um ano movimentado para ir a todos os GPs, gastando muito tempo no simulador e na fábrica com os engenheiros. Será uma boa preparação para 2017".

"É importante correr algumas corridas, pelo menos, para me manter em forma. E ainda ter algo para trabalhar durante o ano é melhor do que não fazer nada. Os carros são rápidos, eu testei um em novembro em Suzuka"

"Eu já mostrei que eu sou capaz de vencer campeonatos, então eu acredito que a McLaren realmente acredita em mim e esta temporada vai me dar a melhor preparação possível para 2017."

Diferente de Magnussen

O piloto belga também está confiante de que não vai acabar em uma situação semelhante ao antigo reserva da McLaren, Kevin Magnussen, que perdeu sua unidade na McLaren depois de 2014 e acabou deixando a equipe no ano passado.

"Kevin é um grande piloto, ele definitivamente merece estar na F1, e ele ainda pode acabar na F1", acrescentou Vandoorne. "Mas nós estamos em pontos diferentes de nossas carreiras".

"Eu não estive na F1 ainda, eu ainda estou trabalhando o meu percurso até lá, e espero chegar lá em breve. Este ano eu vou ser o piloto reserva na McLaren e espero combinar com uma temporada na Super Fórmula. Estou trabalhando duro com esta equipe para conseguir o carro um dia. "

Entrevistado por Jamie Klein

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias