Sem ordens de equipe, Wollf “protege” Bottas, diz Villeneuve

Para o campeão da Fórmula 1 de 1997, o chefe da Mercedes quer garantir um novo contrato para o finlandês

O chefe da Mercedes Toto Wolff está "protegendo" Valtteri Bottas ao não usar ordens de equipe para ajudar Lewis Hamilton, de acordo com Jacques Villeneuve. O canadense acredita que Bottas não está no mesmo nível de Hamilton e que a Mercedes já deveria ter começado a usar ordens de equipe para aumentar as chances do britânico no campeonato.

Bottas está atualmente 34 pontos atrás de Hamilton na classificação com oito corridas restantes. O tricampeão mundial lidera o campeonato, com sete pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel, da Ferrari.

Hamilton fechou a diferença sobre o rival, após vencer o GP da Bélgica, enquanto Bottas terminou em quinto lugar.

A Ferrari já parece apoiar Vettel sobre Kimi Raikkonen na busca de um primeiro campeonato de pilotos, já que o finlandês conquistou o título em 2007.

Villeneuve acredita que a Wolff não está usando ordens de equipe para ajudar Bottas a garantir um novo contrato com a Mercedes.

"Bottas não está no nível de Lewis", disse o campeão mundial de 1997 Villeneuve ao Motorsport.com. "Ele não está no mesmo jogo, ele não está no mesmo grupo, é óbvio agora".

Quando perguntado se era hora de a Mercedes considerar favorecer Hamilton, o canadense disse: "Sim, mas Toto não quer fazer isso. Ele está protegendo Bottas agora, ele é quem colocou Bottas lá”.

"Bottas é o piloto dele, mesmo que ele diga que não é mais o gerente, ainda é o piloto dele. Ele o está protegendo, porque ele ainda precisa conseguir um contrato para o próximo ano”.

"Sim [está arriscando o título]. Eles já perderam os pontos [da Hungria, quando Hamilton devolveu uma posição para Bottas como parte de um acordo de equipe], então eles precisam considerar isso".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Valtteri Bottas
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias