Senna acha possível um top 10 da equipe no GP da Malásia

compartilhar
comentários
Senna acha possível um top 10 da equipe no GP da Malásia
22 de mar de 2012 09:09

Brasileiro não terá o assoalho novo que melhorava o carro em baixas velocidade. Peça foi quebrada em toque na prova da Austrália

Senna está otimista para o GP malaio

Após bater logo na primeira curva do Grande Prêmio da Austrália e isso ter complicado todo o restante de sua prova, Bruno Senna espera um pouco mais de sorte na Malásia.

Mas como a Williams do brasileiro se comportou bem em retas nos testes de pré-temporada, a prova de Kuala Lumpur pode sim reservar boas notícias para o time.

“A pista da Austrália é uma pista muito peculiar, então não é fácil de julgar o que nós vamos ter aqui", se referindo a pista malaia de Sepang. "Mas tivemos bons testes de inverno, onde o carro apresentou um bom desempenho, e aqui se a gente conseguir acertar nosso carro para a temperatura da pista teremos um carro bom. Se acertamos tudo é capaz de estarmos no top-10 de novo”, disse Senna ao TotalRace em Sepang.

Aparentemente o maior defeito do Williams FW34 se encontra nas partes de menor velocidade dos circuitos. A equipe já tenta afastar  o problema, mas uma parte importante contra essa luta não vai estar no bólido de Senna, já que ela se quebrou no toque da prova australiana: o assoalho.

“Estamos focando em todos os problemas do carro. Em todos os testes temos focado nisso. Para a Austrália já veio um pequeno pacote para ganhar velocidade em baixa, mas sempre vamos ter pacotes para melhorar isso. O carro é bom em alta velocidade, comparado com a Toro Rosso, por exemplo. Estamos em uma condição boa. Vai ser uma batalha forte", mas Senna confirmou que, após o toque na Austrália, seu assoalho será o antigo. "Infelizmente não temos outro assoalho. O Pastor utilizará o novo enquanto eu usarei o antigo. Vamos ver amanhã a diferença entre um carro e outro", completou.

Para tentar tirar a diferença de Pastor Maldonado e evitar as confusões da largada, Senna tem que fazer um bom treino classificatório. Para o brasileiro, a chave estar em largar mais a frente, mas reconhece que isso não será fácil.

“Vou ter que começar a melhorar no qualifying. Não vai ser fácil. O pastor tem muito mais hábito com a equipe, mais conhecimento com os engenheiros. Isso vem corrida apos corrida, pois a relação que ele tem com a equipe é muito importante”, completou.

Para a prova malaia Senna terá um pouco menos de tempo em pista, já que o piloto reserva Valtteri Bottas, é quem irá fazer o primeiro treino livre do fim de semana:

“O Bottas vai andar na arte da manhã. Aqui não tem como saber se vai chover. Se chover no meu treino vai ser bom também, pois pode chover na corrida. É importante ter todos os tipos de experiência nesta  pista”, finalizou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Di Resta não espera ter problemas com o calor na Malásia

Previous article

Di Resta não espera ter problemas com o calor na Malásia

Next article

Webber espera forte concorrência na luta pela vitória

Webber espera forte concorrência na luta pela vitória
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Bruno Senna
Tipo de matéria Últimas notícias