Senna admite erro no acerto, mas diz que carro não se adaptou

Sabendo que rendimento da Williams não era dos melhores na pista de Sakhir, brasileiro decidiu arriscar

Senna abandonou no Bahrein

A opção por arriscar no acerto da Williams não foi a melhor para Bruno Senna no GP do Bahrein. Sabendo que o rendimento do carro estava aquém dos rivais, o brasileiro tentou testar novas saídas e acabou com muito desgaste de pneus. Porém, para Bruno, melhor errar em uma pista na qual o carro já não ia tão bem.

“Estávamos realmente muito no limite do carro. Sabíamos que o ritmo não seria maravilhoso, então eu fiz algumas experiências com o acerto do carro para ver onde chegava e realmente vimos o resultado disso, que não é dos melhores”, afirmou ao TotalRace.

Reconhecendo estar ainda em fase de aprendizado, fazendo sua segunda temporada completa na F-1, Senna salientou como pequenos ajustes diferentes podem influir no comportamento dos carros.

“O Pastor tinha um carro um pouco diferente do meu e acho que ele estava um pouco mais benevolente com os pneus dele do que meu carro estava. É interessante ver como pequenas diferenças no acerto podem causar boas diferenças no comportamento do carro. Estamos aprendendo, então nesta corrida, como a gente tinha esse problema nos freios, dos males, o menor.”

Uma das dificuldades que o piloto vem tendo é experimentar saídas que não foram testadas na pré-temporada, o que o obriga a arriscar.

“Foram experiências técnicas, porque os testes são tão limitados... adoraria poder fazer todos esses testes na pré-temporada, mas as condições de pista são diferentes e não conseguimos fazer isso com o mesmo resultado.”  

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias