Senna encara GP de 2011 como uma "nova estreia"

Com o carro da Lotus Renault, brasileiro pensa em somar seus primeiros pontos em casa neste domingo em Interlagos

Bruno Senna na coletiva oficial

Apesar de estar em seu segundo GP do Brasil, Bruno Senna encara a edição de 2011 como uma nova estreia.

O brasileiro disputou sua primeira corrida no ano passado com a Hispania, mas o carro era tão fraco que ele nem considera como estreia. Agora, com a Lotus Renault, o sobrinho de Ayrton Senna pensa em somar seus primeiros pontos em casa.
 
"Será uma estreia diferente, com certeza. Neste ano, com um carro competitivo, por mais que não seja fácil, dá para pontuar. É uma outra esperança, uma outra perspectiva. A gente chega para o fim de semana com energia extra. Espero que as coisas continuem boas. Espero um fim de semana sem problemas e que a gente possa chegar lá", destaca.
 
Bruno também ressalta que, apesar de o campeonato já ter seus campeões, muitos interesses marcam a prova. "Temos muita coisa em jogo. Todos estão tentando fazer o melhor possível para garantir 2012", analisa. 
 
"Muitas equipes estão decidindo suas posições na tabela e tudo isso faz com que o GP seja tão acirrado. Todos precisam de contrato, também, e com certeza darão 100%. O importante é terminar o ano em boa forma, pois cria uma percepção melhor no ano seguinte."
 
"Claro, será o mesmo trabalho das outras corridas, a diferença é que esta é a última oportunidade para mostrar o potencial. Obviamente, não é só uma corrida que fará a diferença. É preciso uma campanha boa, consistente para mostrar que tem potencial", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias