Senna tem problemas com pneus na sessão de livres em Barcelona

Brasileiro da Williams contentou-se com 18ª colocação, mas vê carro da equipe melhor do que em provas anteriores

Brasileiro foi somente o 18º

Após ver o piloto reserva Valtteri Bottas pilotar na Catalunha em seu lugar no primeiro treino livre, Bruno Senna finalmente teve o gostinho de andar na pista espanhola. Mas tudo não correu às mil maravilhas para o brasileiro. O piloto da Williams sentiu melhoras no carro, mas afirmou que, com menos combustível, o carro tende a deslizar mais e desgastar os pneus. Foi o que ouvimos de Senna in loco em Montmeló.

“Tive que compensar pelo treino livre da manhã, então acabamos andando um pouco mais com menos combustível, o que é um pouco ruim para os pneus, pois com pouco você ataca muito mais do que com combustível mais alto”, disse Senna ao TotalRace momentos após o término do treino. “Danificamos muito os pneus moles, e depois, quando colocamos combustível, o desempenho não estava lá, mas estamos aprendendo”, revelou.

Em comparação com as quatro primeiras corridas da temporada, Senna viu uma certa melhora em seu bólido, que melhorou principalmente na parte traseira.

“O carro evoluiu de Mugello, temos uma estabilidade melhor na traseira do carro. Sabíamos que essa pista ia ser agressiva com os pneus, então estávamos tentando descobrir um pouco do carro. Temos dois pontos de telemetria interessantes, a minha e a do Pastor. Agora é olhar o meio termo para ficar bom para a corrida”, completou.

Indagado sobre o que pôde perceber sobre a evolução de outras equipes no grid após os testes de Mugello, Senna revelou acreditar que a Red Bull vem muito forte e que a Ferrari poderá surpreender positivamente.

“As evoluções das equipes foram similares no quesito proporção. Algumas tiveram mais do que as outras, mas aqui a diferença é tão pequena que qualquer coisinha proporciona algumas posições mais para frente. Acho que a Red Bull está bem, vimos como o Vettel está rápido. A Ferrari também parece em um ritmo bom, mas vamos esperar para ver onde eles vão estar.”

Perguntado se já pensa em pódio após ter marcado bons pontos no início do campeonato, Senna foi direto: “Temos marcar pontos constantemente, depois começamos a pensar em pódio”, finalizou o brasileiro da Williams que fechou o dia em 18º.

Já Maldonado se sentiu bem melhor com os pneus, já que teve mais tempo de testá-los. O venezuelano também destacou a diferença de pista de hoje com os testes de inverno, que foram realizados em uma temperatura bem mais fria do que se passa neste fim de semana em Montmeló.

“Nós completamos nosso programa hoje e os pneus trabalharam bem nessa tarde”, disse Pastor, que terminou o dia em 13º.

Sobre as condições climáticas distintas, ele disse que mesmo assim “ajudou bastante, pois nós fizemos muitos testes aqui, mas as condições de pista são um pouco diferentes do que vimos nos testes de inverno, então nós precisamos gastar um pouco de tempo analisando os dados. Estou confiante. Esse é um circuito que eu gosto”, comentou.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Pastor Maldonado , Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias