Ser companheiro de Kimi é igual trabalhar com Felipe, diz Alonso

Espanhol afirma não ter opinião formada sobre motivos do rendimento abaixo do esperado do finlandês

Kimi Raikkonen é conhecido por ser um piloto de poucas palavras, mas, depois de oito meses trabalhando com o finlandês na Ferrari, Fernando Alonso garante que a relação com o campeão de 2007 é semelhante à que tinha com seus antigos parceiros de equipe.

[publicidade] “Definitivamente trabalhamos muito juntos e as reuniões são muito longas neste ano porque temos muitas coisas para resolver depois das corridas. Temos dado sugestões constantemente e fazemos comentários sobre o que sentimos na pista para tentar ajudar os engenheiros a transferir isso para Maranello e traduzir esses comentários em ideias para o carro”, explicou. “Não é uma grande mudança em relação ao trabalho que eu fazia com o Felipe [Massa, com quem dividiu a equipe por quatro anos] ou outro companheiro.”

O espanhol diz não ter opinião formada sobre as dificuldades por que Raikkonen tem passado nesta temporada. Enquanto Alonso soma 115 pontos em 11 etapas, o finlandês tem apenas 27.

“Obviamente, o carro não é ótimo e nos falta tração e pressão aerodinâmica. Tivemos dificuldades com as freadas nas primeiras corridas com o sistema de brake-by-wire e outros sistemas que estrearam neste ano. Provavelmente ele não estava se sentindo confiante no carro ou não estava contente com o equilíbrio.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias