"Seria triste não ver Rubens na F-1", afirma Michael Schumacher

Desafeto histórico do piloto brasileiro defende sua permanência na categoria por mais uma temporada

Schumacher afirmou que Barrichello é um dos ícones da F-1

Na luta por permanecer na Fórmula 1, Rubens Barrichello ganhou um apoio mais do que inesperado. Perguntado pelo TotalRace, Michael Schumacher, seu desafeto hitórico, afirmou que torce muito para ver o brasileiro no grid de largada da categoria em 2012.

"Ele é um dos ícones da F-1 e seria triste não vê-lo aqui no ano que vem. Cruzo meus dedos para que não importe apenas o dinheiro, mas também a qualidade. Ele deveria ter uma vaga para o ano que vem", afirmou o alemão.

Desde seu retorno às pistas, no ano passado, o alemão e o brasileiro tiveram alguns desencontros: uma defesa de posição exagerada de Schumacher no GP da Hungria de 2010 aprofundou um mal-estar entre os dois.

No mesmo ano, Barrichello julgou que o alemão lhe prejudicara na classificação do GP da Coreia, e recebeu um pedido de desculpas de Schumacher. Neste ano, com performances tão discrepantes entre os carros de Mercedes e Williams, não houve maiores incidentes entre os dois.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher , Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias