"Seria vergonhoso se Vettel não me passasse", diz Button

compartilhar
comentários
4 de nov de 2012 14:51

Inglês desdenha de feito do alemão e reclama de falta de aderência; para Hamilton, carro tem problemas demais

Mesmo com o quarto lugar de Jenson Button, a dupla da McLaren saiu desapontada no GP de Abu Dhabi. Lewis Hamilton, claro, porque liderava com tranquilidade até ter um problema na alimentação de combustível, e seu companheiro pela falta de ritmo durante a prova.

“Foi uma corrida divertida, mas não tínhamos ritmo o suficiente em grande parte da prova”, reclamou Button. “Não foi horrível, mas eu esperava um pouco mais, porque foi muito diferente em relação à sensação que eu tinha do carro na sexta-feira. Hoje, não tive aderência.”

Superado por Sebastian Vettel – que largou dos boxes – nas voltas finais, o inglês diminuiu o feito do alemão e disse que seria “vegonhoso” se o líder do campeonato não o ultrapassasse, usando a vantagem de ter pneus mais novos.

“Era impossível segurar, porque ele tinha pneus novos e muita aderência. Na verdade, acho que seria muito vergonhoso se ele não tivesse conseguido me passar. Não me surpreendi por ele estar lá, porque tivemos dois Safety Cars, que o ajudaram. Além disso, eles obviamente configuraram bem o carro para a corrida.”

Button disse não saber por que seu ritmo deixou a desejar por todo o final de semana, mas espera estudar os dados para encontrar o motivo. Mesmo fora da disputa pelo Mundial de Pilotos, o inglês luta com sua equipe pelo vice-campeonato de construtores. Com o resultado de hoje, a McLaren está a 22 pontos da Ferrari.

“Espero ter mais ritmo na próxima corrida, porque o carro está funcionando muito bem e Lewis teve um ótimo desempenho em todo o final de semana. Meu ritmo de corrida geralmente é muito bom, então temos de estudar os dados para ver o que aconteceu. Com o problema de Lewis, perdemos mais pontos para a Ferrari e temos de nos certificar de que faremos duas boas corridas agora.”

Já Hamilton, que dominou os treinos, largou na pole e controlava o ritmo até abandonar, lembrou que os problemas vêm se repetindo na McLaren nas últimas provas.

“Quero cumprimentar o Kimi, que pilotou de maneira fantástica. Eu sabia que, em algum momento da temporada, eles ganhariam uma corrida. Parabéns a eles. Do meu lado, é uma pena, mas as corridas são assim. Foi o alimentador de combustível ou algo do tipo que quebrou. É triste, porque tínhamos uma vitória praticamente certa. Fiquei feliz com meu trabalho, já que não poderia ter feito mais.”

Ainda que esteja decepcionado, o inglês lembrou que a McLaren conseguiu superar a Red Bull em Abu Dhabi na classificação e deve melhorar seu carro para a próxima etapa, em Austin, em duas semanas.

“Não trouxemos upgrades para esta corrida, mas a equipe está trabalhando muito duro para a próxima prova. Tomara que isso permita que voltemos à ponta e que terminemos uma corrida na frente pela última vez, porque acho que tivemos problemas nas últimas quatro ou cinco corridas. Tem sido uma pena. Nunca pilotei tão bem quanto neste ano, mas tive problemas demais.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Furo de pneu no fim tira pontos da mão de Schumacher em Abu Dhabi

Previous article

Furo de pneu no fim tira pontos da mão de Schumacher em Abu Dhabi

Next article

Kobayashi relata corrida dura, mas gratificante pela sexta colocação

Kobayashi relata corrida dura, mas gratificante pela sexta colocação
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias