Sétimo, Hamilton lamenta corrida e danos em seu carro

Vencedor das duas últimas corridas disputadas na China, tricampeão fala sobre GP difícil enfrentado em Xangai

Saindo de último, Lewis Hamilton teve um domingo bastante ruim no GP da China. Para começar, ele se tocou com Felipe Nasr na primeira curva e perdeu sua asa dianteira. O piloto inglês teve de ir para os pits, e mesmo fazendo uma boa recuperação, jamais esteve muito veloz na corrida.

"Foi definitivamente uma tarefa difícil", disse Hamilton. "Eu tive uma boa largada - é sempre difícil de sair atrás. Depois, tive problemas.”

"Eu estava tentando evitar o que estava acontecendo na minha frente, mas me enrosquei no incidente e depois tive de batalhar com os outros pilotos.”

"Esta pista é muito boa, você pode ultrapassar, mas o carro foi muito danificado. Eu não sei o que exatamente, mas provavelmente foram alguns componentes aerodinâmicos. Eu acho que a suspensão foi danificada, porque o carro estava flexionando loucamente.”

Rosberg conquista grande liderança no campeonato

A Mercedes trocou a asa dianteira de Hamilton no final da primeira volta, e, apesar da ajuda de um Safety Car, Hamilton não teve nem de longe o ritmo exibido pelo seu companheiro de equipe e vencedor da corrida Nico Rosberg.

O alemão agora está 36 pontos à frente no campeonato mundial.

"Toda vez que eu parava, tinha de me recuperar. Então realmente não estava ganhando muito tempo", disse Hamilton.

"No final, não havia mais nada nos pneus. De qualquer forma, isso é corrida. Neste fim de semana não tivemos um ótimo resultado, espero ir para frente e para cima."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias