Sette Câmara: Eu não estava preparado para oportunidade na Red Bull

compartilhar
comentários
Sette Câmara: Eu não estava preparado para oportunidade na Red Bull
8 de nov de 2018 20:40

Novo piloto de desenvolvimento da McLaren admite que oportunidade no programa de jovens pilotos da Red Bull não veio na hora certa e revela que ainda procura equipe para temporada de 2019 da F2

Sérgio Sette Câmara é piloto brasileiro mais próximo da Fórmula 1. Nesta semana foi confirmado que o mineiro é o novo piloto de desenvolvimento da McLaren, sendo o mais próximo da dupla oficial da equipe em 2019, com Carlos Sainz Jr. e Lando Norris.

Mas esta não é a primeira oportunidade que Sette Câmara tem próxima à F1. Em 2016 ele chegou a fazer parte do programa de jovens pilotos da Red Bull, um dos mais fortes do automobilismo mundial, e saiu ao final daquele ano.

Falando com a imprensa nesta quinta-feira em Interlagos, o atual piloto da F2 admitiu que aquela oportunidade não veio na hora certa.

“Enquanto eu estava lá [na Red Bull] eu já havia percebido no que eu havia errado. Na verdade, creio que não errei, eu simplesmente não estava preparado para aquela oportunidade. Eu achava que era tudo ou nada, mas na verdade tinha muita coisa para acontecer ainda.”

“Outra coisa, eu tinha que entender que o que importa é o resultado. Neste ano, por exemplo, aconteceram várias coisas, meu carro quebrou muito, fraturei meu braço, perdi duas corridas, mas ninguém lembra disso, ninguém vai falar e eu não reclamo, o que importa é o resultado no final do ano.“

“É preciso levar o carro até o final da corrida, pontuando, entender como se disputa um campeonato, coisas que eu talvez não tenha aprendido tanto no kart. Eu fiquei muito tempo sem disputar um campeonato, sem contar pontos, esse tipo de coisa. E agora, mais recentemente, tive essa oportunidade de novo.”

“Então o programa me ajudou a amadurecer mais rápido nesse tipo de coisa.”

Futuro indefinido na F2

Mesmo com a etapa de Abu Dhabi da F2 ainda a ser realizada, a movimentação da principal categoria de acesso à F1 para 2019 já começou. Sette Câmara falou sobre qual equipe pode abrigá-lo no ano que vem.

“Ainda não decidi qual será minha equipe na F2 no próximo ano. Sou muito grato ao que a Carlin vem me oferecendo, foi uma oportunidade de me manter no topo em uma grande categoria como é a F2. Quando eu digo topo, seria sempre brigando por poles e pódios, mas não necessariamente de maneira repetida.”

“Ainda estamos analisando as opções e espero encontrar o lugar certo na próxima temporada.”

“Sobre a atual temporada, estou bastante contente na categoria que antecede onde eu quero chegar, que é a Fórmula 1.

E falou sobre como é o relacionamento entre ele e o futuro piloto da McLaren e atual companheiro de equipe, Lando Norris. “Sobre Lando, nem sempre é da maneira que as pessoas pensam, que é uma guerra. É o contrário, estamos ajudando o time, a Carlin era nova no campeonato, sabemos disso e trabalhamos juntos para ter um carro competitivo. E eu acho que está dando certo.“

Next article
Pilotos se reúnem em Interlagos para falar sobre pneus e categoria

Previous article

Pilotos se reúnem em Interlagos para falar sobre pneus e categoria

Next article

F1 terá uma série de opções caso Silverstone não continue

F1 terá uma série de opções caso Silverstone não continue
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias