Sexto vencedor do ano, Webber espera que F-1 "entre na rotina"

compartilhar
comentários
Sexto vencedor do ano, Webber espera que F-1
Por: Julianne Cerasoli
27 de mai de 2012 11:36

Com segunda conquista em Mônaco, australiano fala em "fim de semana especial" e revela início "estranho" com pneus macios

Webber empatou com Vettel no Mundial

Mark Webber pode ter se sagrado o sexto vencedor diferente na temporada, mas até o australiano preferiria um cenário mais claro na relação de forças. O piloto da Red Bull, que conquistou o GP de Mônaco saindo da pole, revelou ter enfrentado dificuldade especialmente nas primeiras voltas após a única parada nos boxes, quando colocou o pneu macio.

“A largada foi muito boa e logo percebi que saí bem o suficiente para estar à frente na primeira curva. O restante foi conquistado na parada. Nico foi agressivo ao parar antes e confiei na equipe de que ele não estava fazendo o bastante para me superar. Depois foi uma questão de me concentrar ao máximo”, contou na coletiva de imprensa logo após a prova.

“É um sentimento incrível, foi uma corrida muito interessante. Consegui abrir a distância que precisava com os supermacios, tanto em relação a Nico quanto aos demais. Então o clima começou a ameaçar quando estávamos para parar e tivemos de alongar o stint. Mas, quando Nico entrou, nós e os outros tivemos de reagir.”

Após a parada e com dificuldades com o pneu macio, Webber se surpreendeu com o rendimento do companheiro Sebastian Vettel, que largara em nono e fazia um stint mais longo com os macios.

“A fase seguinte foi muito estranha, pois foi difícil aquecer o pneu macio. Via que o desgaste no carro do Seb [Vettel] não era muito alto e, como não conseguia colocar temperatura no pneu, ele estava conseguindo escapar. Pensei ‘não está nos planos ele abrir a janela para voltar na frente’, mas depois o pneu melhorou.”

Com Vettel parando e voltando apenas em quarto, o caminho parecia limpo para a segunda vitória do australiano no principado, mas algumas gotas de chuva aproximaram o pelotão da frente e tornaram as últimas voltas emocionantes.

“Fernando [Alonso] estava comentando conosco que, em alguns momentos, ele rezava para chover, mas depois que a água veio ele achou melhor que parasse. Acho que, dos primeiros, só eu não rezei para a chuva cair.”

Por fim, o australiano destacou um final de semana perfeito em Mônaco e revelou que preferiria que o campeonato tivesse uma apresentação mais clara na relação de forças.

“Foi um final de semana fantástico para mim, do qual terei grandes lembranças. Tivemos sorte de sair na pole e, na corrida, era uma questão de não perder. Foi especial. Nossas performances estão instáveis e as corridas são difíceis de prever, até para nós. Às vezes é frustrante, porque queremos tirar o máximo do carro e temos de manejar a estratégia e o desgaste. Espero que consigamos ter uma rotina agora.” 

Próxima Fórmula 1 matéria
Décimo, Senna celebra ponto, mas lamenta tempo perdido em prova

Previous article

Décimo, Senna celebra ponto, mas lamenta tempo perdido em prova

Next article

Massa exalta prova, mas lastima perda de posições no pit stop

Massa exalta prova, mas lastima perda de posições no pit stop
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Mark Webber
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias