"Sinto que estou no limite o tempo todo", diz Hamilton

compartilhar
comentários
Por: Julianne Cerasoli
6 de set de 2013 11:43

Mesmo com boas sensações em sua Mercedes, inglês fica a mais de 0s8 de Vettel e reconhece que pode mudar acerto

Feliz com o carro, mas reconhecendo que faltou velocidade para andar no ritmo das Red Bull, Lewis Hamilton espera analisar os dados após os treinos livres e achar o melhor acerto para sua Mercedes para o circuito de Monza.

Dono das últimas quatro pole positions na temporada, o inglês liderou a sessão matutina, mas fechou o dia com apenas a sexta melhor marca, atrás de Vettel e Webber, das Lotus e da Ferrari de Fernando Alonso.

“Não foi nada de especial, mas estava ok. Foi um dia tranquilo. Não éramos tão rápidos quanto as Red Bull, mas ainda estamos confiantes porque a sensação com o carro é boa, então temos de compreender [como melhorar o ritmo]. Sinto que estou no limite o tempo todo e o carro parece bem equilibrado”, disse o piloto, que ficou a 0s887 da melhor marca do líder do campeonato.

Uma das hipóteses levantadas por Hamilton é que esteja com muita asa traseira e, por isso, perdendo terreno nas retas. “Tomara que possamos melhorar o ritmo. Não dá para saber também os níveis de combustível que o pessoal está usando”, lembrou.

Sétimo colocado no dia, seu companheiro Nico Rosberg também se mostrou confiante, ainda que reconheça que Vettel e Webber são favoritos. “O tempo da Red Bull preocupou um pouco, eles são muito rápidos novamente e provavelmente será difícil batê-los.”

Próxima Fórmula 1 matéria
"Talvez eu tenha cortado caminho em algum lugar”, brinca Vettel

Previous article

"Talvez eu tenha cortado caminho em algum lugar”, brinca Vettel

Next article

Domenicali diz que decisão sobre Massa não sairá nos próximos dias

Domenicali diz que decisão sobre Massa não sairá nos próximos dias
Load comments