Sirotkin diz que punição por choque com Pérez foi “injusta”

compartilhar
comentários
Sirotkin diz que punição por choque com Pérez foi “injusta”
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
Traduzido por: Daniel Betting
30 de abr de 2018 16:07

Piloto da Williams disse que estava perplexo com o fato de que os comissários da FIA não lhe deram ouvidos antes de puni-lo por seu choque com Sergio Pérez em Baku

Sergey Sirotkin, Williams Racing, in the drivers parade
Esteban Ocon, Force India VJM11 Mercedes, Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, Sergio Perez, Force India VJM11 Mercedes, Sergey Sirotkin, Williams FW41 Mercedes, and the remainder of the field at the start

O piloto russo da Williams, Sergey Sirotkin atingiu a Force India de Sergio Perez por atrás ao frear para contornar a curva 2 na primeira volta do GP do Azerbaijão, isso provocou o contato do mexicano com a Ferrari de Kimi Raikkonen.

Perez terminou a corrida na terceira posição, enquanto a prova de Sirotkin durou apenas até a reta seguinte, onde se envolveu em uma colisão com os carros de Fernando Alonso e Nico Hulkenberg para se retirar da corrida.

Após a corrida, o piloto russo da Williams recebeu uma penalidade de três posições no grid que terá que cumprir no GP da Espanha, próxima etapa do calendário.

Falando à imprensa após a corrida em Baku, Sirotkin se mostrou incrédulo sobre por que os comissários não o chamaram, e disse que a princípio ele pensou que a penalização teria sido resultado do confronto entre Alonso e Hulkenberg.

"Eles nem me perguntaram (sobre a penalidade), para ser honesto", disse o piloto da Williams. "Vimos repetições centenas de vezes e nenhum de nós provavelmente achará óbvio o porquê".

"Foi uma corrida caótica e coisas tão loucas aconteceram. Houve um pouco de contato, mas é uma corrida e, especialmente, foi uma primeira volta, é o começo da corrida. Ninguém me perguntou o que aconteceu e eu não entendo por que (da pena)".

Sirotkin disse que sua Williams não foi danificada na colisão com Pérez, e calculou que a situação era "perfeita" para ele, já que parecia estar lutando entre os top 10 da curva 2.

"Eu chequei o carro quando saí, fui ver meu nariz e não houve nenhum dano. Quando saí da curva 2, estava mesmo no limite, mas foi perfeito".

O russo insistiu que sua decisão não arruinou a corrida de Pérez nem danificado em absoluto o piloto da Force India, embora o mexicano confirmou após a corrida que o contato com Raikkonen quebrou sua asa dianteira e precisava de um pit stop.

Com informações de Oleg Karpov

Confira os dez momentos mais marcantes do GP do Azerbaijão

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Gasly critica Magnussen: "mais perigoso com quem já corri”

Previous article

Gasly critica Magnussen: "mais perigoso com quem já corri”

Next article

GALERIA: Grosjean entra no grupo das maiores lambanças da F1

GALERIA: Grosjean entra no grupo das maiores lambanças da F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Localização Baku City Circuit
Pilotos Sergio Perez Shop Now , Sergey Sirotkin
Equipes Williams
Autor Valentin Khorounzhiy
Tipo de matéria Últimas notícias