Site: pai de Stroll impede teste e dificulta volta de Kubica

Williams queria realizar atividade com polonês no Japão, mas família do canadense, que financia as atividades com carro de 2014, não concordou

As esperanças de Robert Kubica em retornar à F1 em definitivo pela Williams enfrentaram um contratempo na última semana. O polonês esperava poder fazer um teste em pista pelo time, mas a família de Lance Stroll não embarcou na ideia e impediu que isso se materializasse.

As informações são do site MotorsportMagazine. De acordo com o artigo, a equipe queria realizar um teste com Kubica a bordo de um carro de 2014 em Suzuka, no Japão, onde Stroll teria treinado na semana passada e na atual. Entretanto, o pai de Lance, Lawrence Stroll, optou por transportar o carro imediatamente a Austin, nos Estados Unidos, onde seu filho voltará a treinar para se familiarizar com o circuito no qual correrá no fim de outubro.

Um aspecto fundamental da história é que o pai de Stroll financia todas as operações dos testes feitos com seu filho nos carros de 2014. Portanto, segundo o artigo, o bilionário empresário não estava confortável em bancar um teste realizado por um outro piloto.

Assim, correndo contra o tempo, Kubica precisa buscar soluções para fazer o seu teste. Uma opção segue sendo uma atividade em um circuito europeu, o que representaria custos mais modestos – no entanto, quem teria de bancar pela sessão seria o próprio Kubica, com o auxílio de algum patrocinador ou financiador.

Considera-se que Kubica seja um dos três candidatos à vaga na Williams ao lado de Stroll em 2018. Os outros são Felipe Massa, atual titular, e Paul di Resta, o reserva. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias