Smedley: nova Williams é uma das maiores evoluções que já vi

Chefe de desempenho elogia trabalho da equipe e diz que evolução é uma das maiores que já presenciou em tempos de regulamento estável

O chefe de desempenho Rob Smedley disse que o novo modelo FW38 da Williams apresenta mudanças mais significativas para a aerodinâmica em comparação ao seu antecessor, embora conserve alguns dos velhos conceitos.

Os executivos da Williams acreditam que o carro representa a maior evolução de uma temporada para outra desde quando as regras estão estáveis, em 2014.

 Smedley também confirmou que o carro vai ser lançado no primeiro dia de testes em Barcelona, em 22 de fevereiro.

"Essencialmente é uma evolução do projeto do FW37", disse Smedley duante o Autosport International.

"Vocês vão ver alguns desenvolvimentos muito interessantes na asa frontal e debaixo do chassis. Há alguns desenvolvimentos muito interessantes também na parte traseira que vocês notarão", completou.

"Os caras no túnel de vento, em particular, têm feito um trabalho absolutamente estelar, e estamos muito felizes. Estamos descobrindo novos métodos, novas formas de desenvolver o carro, e todo mundo está entregando a tempo".

"O carro é uma evolução, mas certamente em meus anos na F1 com regulamentos estáveis é uma das maiores evoluções que eu já vi", disse

Desempenho em pista molhada

Smedley disse que o trabalho continua no desempenho do carro em circuitos lentos e com pista molhada. A equipe está determinada a ter nenhuma fraqueza nesta temporada.

"É minha responsabilidade entender por que o carro tem pontos fracos específicos". 

"Na Williams, temos uma cultura muito boa para e admitir quais são os nossos problemas e, em seguida, tentar analisá-los cientificamente para tentar entender em um nível fundamental de engenharia, e depois encontrar as soluções".

"Estas soluções são soluções a curto, médio e longo prazo.

"O ano passado foi muito focado em soluções de curto prazo, o que poderíamos fazer para melhorar nossa performance no molhado".

Quando questionado se a Williams pode lutar pelo campeonato mundial, Smedley disse: "essa é uma meta muito alta em 2016, eu acho que a nossa ambição que se passou desde a reestruturação no final de 2013 e início de 2014 é de continuar a melhorar".

"Eu acho que nós tivemos um bom ano em 2014, tivemos uma boa temporada em 2015, e esse é o tipo de consolidação que nós procuramos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias