"Sou piloto, não sou mágico", diz Verstappen sobre expectativa

Piloto holandês fará história ao se tornar estreante mais jovem, mas não espera mais do que pontuar no primeiro ano

A estreia de Max Verstappen, que se tornará o piloto mais jovem a participar de uma corrida da Fórmula 1, aos 17 anos, está gerando grande expectativa – grande até demais, segundo o piloto.

[publicidade] Verstappen, que já foi comparado a Ayrton Senna pelo consultor da Red Bull, Helmut Marko, que ‘descobriu’ nomes como Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo, considera uma “meta realista” para seu primeiro ano na Fórmula 1 marcar pontos de maneira consistente.

“Ocasionalmente, eu ouço e leio coisas como se milagres fossem experados. Mas sou um piloto, não um mágico. Vitórias ou pódios estão fora de questão na próxima temporada”, afirmou ao jornal holandês De Telegraaf.

“Marcar pontos é uma meta realista para mim”, disse o piloto da Toro Rosso. “Terminando entre oitavo e décimo, basicamente estarei fazendo um bom trabalho. Para qualquer coisa acima do sexto, é preciso sorte. Claro que pode acontecer com a chuva, batidas ou abandonos, mas não dá para esperar que lutemos com Red Bull, Mercedes, Ferrari, McLaren e Williams – são equipes com orçamentos muito maiores.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias