Stroll diz que abandono no Bahrein foi pior momento do ano

Estreante canadense fala que confiança do time foi o que o fez superar tempo complicado após abandonos nas primeiras três provas

Depois de uma pré-temporada difícil, Lance Stroll ficou na mira dos críticos no início da temporada. O piloto fez corridas onde ficou muito atrás do companheiro Felipe Massa em performance, e, para piorar, acabou abandonando suas três primeiras provas no ano.

Quando questionado para refletir qual o pior momento de seu ano, Stroll respondeu: "eu diria que provavelmente depois do Bahrein".

"Foi muito difícil não terminar as três primeiras corridas, independentemente de ter sido minha culpa ou falha mecânica ou qualquer outra coisa. Apenas o fato de eu não conseguir terminar um GP.”

"Eu tive um momento difícil nos testes de inverno, mas isso também foi esperado. Sabia que iria enfrentar a adversidade em algum momento do meu primeiro ano e isso me atingiu bem cedo."

Stroll falou que manter seu foco e não se deixar abater com os contratempos iniciais ajudou seu progresso nas provas seguintes.

"Eu tentei me acalmar e não deixar as coisas chegarem até mim", disse Stroll.

"Eu acho que fizemos isso bem. Meu time de engenheiros sempre acreditou em mim e eu as escutei. Nos recuperamos.”

"Isso é o que importa, nós nos recuperamos e fizemos uma ótima temporada. Eu olho para trás e fico extremamente feliz com a temporada em geral."

Stroll terminou o ano com 40 pontos, três menos do que o ex-companheiro de equipe Felipe Massa. Ele conquistou um pódio no GP do Azerbaijão, quando foi terceiro.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll
Tipo de artigo Últimas notícias