Stroll: Meu novo companheiro tem que jogar pela equipe

Canadense diz que ainda não conheceu Robert Kubica e afirma que escolha de parceiro não muda nada

Fechando sua primeira temporada como piloto oficial na Fórmula 1, Lance Stroll comentou que o impasse para a escolha do segundo piloto da Williams para a próxima temporada não o incomoda.

Para ele, seu novo parceiro precisa estar disposto a colaborar com o time.

"Eu acho que você quer alguém que jogue pela equipe", disse o canadense. "No fim das contas, você apenas pilota seu carro e tem que se concentrar mesmo no que está acontecendo do seu lado da garagem.”

"Mas é claro que sempre é bom ter um bom relacionamento, e você nunca quer ter uma batalha negativa. Você não quer que o time comece a dividir de forma alguma, e acho que isso é o mais importante.”

"Você obviamente quer que alguém tire o melhor de você o tempo todo, alguém competitivo em sua melhor forma para que você possa se tornar um piloto melhor. No final do dia, isso se resume ao que a Williams quer."

Stroll diz que ainda não conheceu Kubica, com quem irá compartilhar o FW40 no teste da próxima semana.

"Eu nunca o conheci. Obviamente, ele foi um grande talento até o dia anterior ao seu acidente. Todos sabem que ele era um dos melhores.”

"Não sei mais nada, não sei onde ele está em termos de forma ou de saúde. Não conheço os detalhes. Veremos o que a Williams decide fazer."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias