Stroll quer que Massa tenha papel de mentor na Williams

Canadense diz que vai tentar aproveitar experiência de brasileiro em ano de estreia na F1

A aposentadoria de Nico Rosberg pode ter sido um golpe de sorte para Lance Stroll em seu primeiro ano na Fórmula 1.

Inicialmente ele teria Valtteri Bottas como companheiro, mas a saída inesperada do campeão de 2016 abriu as portas da Mercedes para o finlandês e Felipe Massa acabou continuando na categoria.

"Estou realmente ansioso para que Felipe seja um mentor para mim", disse Stroll no site oficial da Williams. "É claro que seremos concorrentes e que vamos querer vencer sempre, mas também acho que ele é altamente respeitado como piloto e em todo o paddock, é uma pessoa muito agradável."

Stroll não tem dúvida de que vai ter uma grande convivência com Massa, enquanto ambos vão compartilhar o mesmo carro.

"Isso é realmente tudo que você pode pedir a uma equipe. Você quer alguém que seja agregador e alguém para ajudar o time a ir para a frente e não criar problemas em ambos os lados da garagem."

"Acho que é muito importante ter dois pilotos que querem liderar na direção certa, ao invés de lutar um contra o outro." 

"Obviamente, é bom ter concorrência e a necessidade de superar o piloto que está ao seu lado, mas acho que vamos respeitar um ao outro, queremos o melhor e vamos ajudar a equipe da melhor maneira possível."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa , Lance Stroll
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags f1 2017, massa wiliams, stroll massa, williams f1