Surpreso por 0s9 de vantagem, Vettel exalta estratégia

Pole, alemão gastou apenas um dos seis jogos de pneus para pista seca durante classificação para o GP da Malásia

Os 0s913 de vantagem em relação ao segundo colocado no grid, Felipe Massa, podem dizer o contrário, mas a 38ª pole da carreira de Sebastian Vettel não foi das mais fáceis. O alemão chegou a se surpreender com a margem após estar longe da ponta nas duas primeiras partes da sessão.

“Estou um pouco surpreso pela vantagem que tive. Fiquei feliz com minha volta, mas a pista estava difícil, com algumas partes ainda molhadas e outras, secas. Mas foi uma boa sessão para nós e acho que conseguimos economizar pneus, o que será crucial para amanhã. Veremos o que dá para fazer.”

Após também conquistar a pole na Austrália, Vettel sofreu em ritmo de corrida e terminou em terceiro. Para a Malásia, o alemão se mostra confiante de que pode converter o primeiro posto em vitória.

“Quando você larga na frente, quer terminar lá também. Será uma corrida longa e é difícil saber qual é seu ritmo real [pelo visto nos treinos]. Mas confirmamos mais ou menos o que vimos em Melbourne: novamente estamos felizes com o equilíbrio do carro – considerando onde estávamos aqui há um ano, é um grande passo adiante – mas agora o tipo de corrida é diferente. Conseguimos economizar pneus, sabemos que temos ritmo, então espero terminar a corrida na mesma posição.”

Parte desta confiança se dá pela estratégia adotada pela Red Bull. Nas duas primeiras partes da classificação, Vettel usou apenas um jogo de pneus médios. Como o Q3 foi disputado sob chuva e com os intermediários, o alemão guardou seis jogos de pneus de pista seca (mais dois médios e três duros) para a corrida.

“Foi uma sessão de classificação interessante. Sabíamos que a chuva estava a caminho e, honestamente, esperávamos que ela viesse no início da classificação, o que não aconteceu. Saímos com os pneus de seco e tivemos uma abordagem um pouco diferente do resto. No Q2, foi no limite e a chuva acabou nos ajudando – caso contrário, teríamos de fazer outra tentativa. Mas conseguimos passar.”

Outra decisão comemorada pelo tricampeão foi a de usar dois jogos de pneus intermediários no Q3, estratégia adotada pelos 3 primeiros colocados.

“Com a pista secando, estava claro que era melhor trocar os pneus e confirmamos isso bem cedo. Obviamente, foi a decisão certa, apesar de ter sido complicado porque não sabíamos se havia mais chuva a caminho, mas tomamos a decisão.”

Comentando sobre o fato de ter Felipe Massa ao seu lado na primeira fila, Vettel elogiou a performance do brasileiro.

“A corrida amanhã é longa demais para pensar se isto é ou não uma vantagem ou uma desvantagem. Felipe parece ter pilotado todo o final de semana no mesmo nível de Fernando, talvez um pouquinho mais rápido. Na classificação hoje cada piloto só teve uma volta, a última, quando as condições eram melhores e um erro pode fazer uma grande diferença. Não sei se Fernando errou ou ficou satisfeito com sua volta, pelo que eu vi ele ficou satisfeito. E este foi o resultado. Para ser sincero, tanto faz quem está atrás de mim, contanto que muitos estejam atrás de mim. Espero que amanhã permaneça assim e que consigamos obter um resultado como o de hoje.”

Se Vettel se viu no lucro com a ampla margem na classificação, Webber ficou irritado com o quinto lugar.

“É desapontador. Não tivemos o timing na última parte do Q3 e achava que tinha mais voltas. Não fomos rápidos o bastante, mas fomos lentos demais na volta em que deveríamos ser rápidos, então não consegui abrir a última volta. Meu tempo não representa o quão confortável estive no carro hoje.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias