Surpreso, Ricciardo exalta grande volta: “é incrível”

Derrotando os dois pilotos da Ferrari, australiano consegue colocar Red Bull na primeira fila do GP da China

Se Nico Rosberg fez mais uma pole para a Mercedes, Daniel Ricciardo foi quem roubou a cena neste sábado em Xangai. O piloto se utilizou de grande perícia para cravar o segundo melhor tempo no grid e colocar a Red Bull na primeira fila para o GP da China deste domingo.

O piloto conseguiu derrotar os dois pilotos da Ferrari, que erraram no mesmo lugar em suas voltas no Q3 – o cotovelo do fim da reta oposta.

Perguntado de onde tirou sua grande volta na coletiva de imprensa após a classificação, o australiano respondeu dando risada: “não tenho certeza.”

“Não acho que tenhamos começado esta sessão de classificação no Q1 na melhor posição, apesar de a sessão ter sido paralisada”, iniciou o piloto que ficou a 0s515 de Rosberg.

“O equilíbrio no Q1 não nos deu a impressão que estaríamos lutando pelas primeiras filas hoje.”

“Mas no Q3 conseguimos um pouco mais de velocidade. O pneu supermacio aqui é muito difícil de administrar para obter uma boa volta. Fomos entendendo eles durante o treino. E com os engenheiros ajustando o carro, fizemos um bom trabalho.”

Bem-humorado, o piloto finalizou deixando claro que seu resultado foi uma surpresa. “Bom, estamos em segundo. É incrível. Não esperávamos isso.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Sub-evento Sábado
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias