Sutil perde cinco posições no grid após incidente com Grosjean durante treino

Toro Rosso se desanima após treino de classificação, e Caterham bate Marussia com Kamui Kobayashi

O treino foi difícil para a Toro Rosso e para a Sauber. Kvyat ainda salvou uma 13ª posição, e ganhará uma posição após a punição a Daniel Ricciardo. O russo também bateu pela primeira vez o companheiro de equipe Vergne. Quem também foi punido por Sutil, que fechou Grosjean durante o treino de hoje e largará de último.

Confira o que os pilotos falaram:

Daniil Kvyat, Toro Rosso, 12º: "Estou um pouco desapontado e também surpreso ficando no Q2, porque fomos rápidos o suficiente para entrar no Q3 olhando como o resto do fim de semana. Mas, infelizmente, os outros foram mais rápidos e nós não conseguimos melhorar o suficiente. Vamos ver o que podemos fazer esta noite. Espero que possamos ter outra corrida forte amanhã."

Jean-Éric Vergne, Toro Rosso, 14º: “Hoje a equipe fez novamente um trabalho muito bom me dando um carro bom. Tive um bom 'feeling' no Q2. Demos um bom passo em frente em comparação com ontem, mas senti falta de potência e vamos ter que investigar as razões para isso.”

Esteban Gutierrez, Sauber, 15º: “Estou satisfeito com o resultado. Conseguimos dar algumas voltas rápidas. Quero agradecer minha equipe: eles fizeram um grande trabalho para encontrar o acerto correto após meu feedback. Precisamos trabalhar duro, porque ainda falta muito ritmo para chegarmos onde queremos. Não podemos estar no top 10 momento.”

Adrian Sutil, Sauber, 18º (após punição por atrapalhar Grosjean, o alemão caiu para a última posição do grid): “Não havia muito o que conquistar. Mas entrar no Q2 poderia ter sido possível. Infelizmente, ainda somos muito lentos nas retas, e estou pessoalmente tendo dificuldade pelo fato do meu carro estar acima do peso. Temos de ser melhores na corrida, ainda que seja difícil chegar nos pontos.”

Romain Grosjean, Lotus, 16º: “Foi difícil chegar ao Q2. Sabíamos de antemão que estávamos perto da zona de corte, por isso foi ótimo passar. Se olharmos para todo o fim de semana, tivemos muitas dificuldades. Esta noite, o carro estava melhor - claro 16º não é bom e nós nunca vamos estar satisfeitos com isso, mas eu estou feliz.”

Pastor Maldonado, Lotus, 17º: "Não estamos aqui para lutar por 16º e 17º, por isso é um pouco decepcionante vermos onde estamos na fase de classificação no momento. Nós apenas precisamos estar focados e tentar continuar dando o máximo no desenvolvimento do carro para alcançar os outros.”


Kamui Kobayashi, Caterham, 19º: “Eu definitivamente tirei tudo que podia do carro e terminei a quatro décimos do Q2, um cenário realista de onde estamos em termos de performance. É a primeira vez que conseguimos extrair tudo do carro na sexta e no sábado, então ficou claro que precisamos evoluir.”

Jules Bianchi, Marussia 20º: "O equilíbrio do carro estava muito bom hoje. Perdemos algum tempo na reta – 0.3s. Pensei que já tínhamos melhorado isso, o que custou não ter ficando à frente de Kobayashi. É algo que nós precisamos prestar atenção, porque precisamos voltar a andar na frente das Caterhams, e não perder para eles. Vamos esperar que possamos recuperar um pouco do terreno amanhã, mas vai ser difícil."

Marcus Ericsson, Caterham 21º: “Melhoramos a frenagem e o equilíbrio em geral. Minha volta foi a melhor do final de semana, mas não tive uma boa volta de aquecimento, então sei que poderia ter conseguido mais. É um final de semana bem melhor em termos de confiabilidade e espero ter outra corrida sólida.”

Max Chilton, Marussia, 22º: “Estou um pouco decepcionado após a sessão de classificação. Pensei que tinha feito o suficiente para ficar um pouco mais perto de Q2. Com tudo junto, não estamos tão longe assim e se você olhar com uma visão global, vai ver que fizemos algum progresso. Nós não conseguimos tudo o que podíamos hoje, mas tendo dito isso, acho que amanhã vamos ter uma exibição melhor."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias