Suzuka, o tipo de pista ideal para Raikkonen e para a Lotus

Finlandês campeão mundial de 2007 relembra sua vitória histórica de 2005, quando largou em 17º para vencer

O palco do próximo GP da Fórmula 1 tende a casar muito bem com o estilo de pilotagem de Kimi Raikkonen e com seu carro, o Lotus E20. No próximo fim de semana, o finlandês chega a Suzuka, Japão, com as expectativas em alta. "É um bom circuito, rápido e com facilidades de ultrapassar. Para mim é um das melhores pistas, com longas retas, curvas fechadas, traçado largo e com muitos espaços para disputar", disse Kimi.

Raikkonen relembrou sua histórica performance de sete anos atrás, quando largou em 17º e ultrapassou Giancarlo Fisichella na volta final para vencer. "Em 2005 tive umas das minhas melhores corridas, quando venci largando de trás no grid e obtendo a primeira colocação na última volta. Vencendo daquele jeito você nunca esquece os sentimentos quando cruza a linha de chegada", revelou.

Kimi ainda indica o caminho das pedras para o GP do Japão, comentando que precisa de um carro carregado com boa aerodinâmica para fazer bem as curvas: "Para Suzuka você precisa de um carro aerodinamicamente forte, sólido rápido e que contorna bem as curvas. Creio que irá casar muito bem com o E20", finalizou.

Raikkonen está em terceiro no campeonato com 149 pontos, 45 menos do que Fernando Alonso, mesmo sem ter nenhuma vitória na temporada.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias