Symonds crê que desenvolvimento de carro 2017 é "imaturo"

Diretor técnico da Williams atribui a falta de maturidade ao pouco tempo no túnel de vento

O próximo ano marcará o início de uma nova era para a Fórmula 1, com grandes mudanças de regras,  com o objetivo de fazer os carros cinco segundos mais rápidos por volta e mais desafiador para guiar.

No entanto, os regulamentos foram finalizados tarde e as equipes não receberam os pneus de túnel de vento, o que significa que o tempo de desenvolvimento foi reduzido significativamente em comparação com mudanças das regra anteriores.

"Acho que a maior mudança é que houve menos tempo de desenvolvimento no túnel de vento", disse Pat Symonds, que sairá da Williams no fim deste ano.

"Se você voltar para 2009, tivemos uma enorme mudança, mas estávamos falando sobre isso há muito tempo e houve rascunhos desse modelo sendo preparados e estávamos correndo nos túneis de vento por muito tempo." 

"A próxima mudança razoavelmente grande que tivemos foi em 2014, quando tivemos um número alto de alterações aerodinâmicas. Nessa altura, ainda tínhamos uma boa quantidade de tempo para prepará-lo, mas estávamos trabalhando de maneira intensa."

"Desta vez, conseguiremos nossos pneus de túnel de vento no final de fevereiro, de modo que será quando realmente vamos começar os testes lá. Claro que estávamos fazendo CFD antes disso e, para ser honesto, fizemos um pouco de teste de túnel usando pneus traseiros na parte da frente para tentar ter alguma ideia do que será."

"Então, eu acho que o desenvolvimento está muito imaturo, em comparação com as mudanças anteriores."

Relatos adicionais por Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags pat symonds