Symonds prevê aumento de até 25% no som da F1 em 2016

compartilhar
comentários
Symonds prevê aumento de até 25% no som da F1 em 2016
15 de jan de 2016 15:09

Mudanças no escapamento e no sistema dos turbos permitirão que carros sejam mais ‘barulhentos’

Uma das principais reclamações dos fãs da Fórmula 1 desde a volta dos motores turbo foi o som emitido pelos novos propulsores de 1,6 litro e seis cilindros em ‘V’, significativamente diferentes e mais baixos quando comparados aos antecessores – motores V8 aspirados, de 2,4 litros.

A categoria resolveu fazer alterações relacionadas ao tema para esta temporada, o que teoricamente deve ‘aumentar o volume’ dos carros em 2016.

Pat Symonds, diretor técnico da Williams, falou sobre o tema durante o Autosport Show e explicou as modificações aprovadas na última reunião do Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

Segundo Symonds, além da válvula de escape adicional que será introduzida, o aumento do som passará também pela válvula de alívio (wastegate, em inglês), que exercerá papel importante no sistema.

"No passado, a válvula de alívio era instalada diretamente no cano de escape principal. Em motores modernos, essa válvula não abre muito, pois há meios mais eficientes de controlar o excesso de energia”, disse.

“Na classificação, ela fica um pouco aberta; na corrida, praticamente fechada. Na nova configuração de escape, o som deve aumentar em 14% com a válvula fechada, com ela aberta, o aumento deve ser de 20% a 25% em relação ao que temos hoje” afirmou.  

Symonds ainda não sabe ao certo como e em que intensidade o som dos caros da F1 em 2016 será, mas ele espera mudanças que tragam um pouco da era turbo que vigorou na categoria entre 1977 e 1988.

“Ainda não ouvimos a nova configuração na pista, mas acredito que teremos alguns dos antigos sons característicos dos motores turbo – os assobios e estouros. Mas vamos aguardar e ver o que a pista nos mostra”, completou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Perez encara Haas como ameaça à Force India na F1

Previous article

Perez encara Haas como ameaça à Force India na F1

Next article

F1 discute volta do reabastecimento para 2017

F1 discute volta do reabastecimento para 2017
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias