Tailandês Albon surge como favorito a vaga na Toro Rosso

compartilhar
comentários
Tailandês Albon surge como favorito a vaga na Toro Rosso
Por: Adam Cooper
16 de out de 2018 15:41

Ex-piloto da academia da Red Bull, terceiro colocado da Fórmula 2 tenta agora cancelar seu contrato com a Nissan na Fórmula E

Alexander Albon surge no momento como favorito para ser o parceiro de Daniil Kvyat na Toro Rosso em 2019. No entanto, o piloto anglo-tailandês primeiro terá que sair de seu contrato para disputar a temporada 2018/19 da Fórmula E com a Nissan.

Entende-se que o chefe de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko, está negociando com a Nissan para a liberação do piloto de 22 anos, e ficará claro nos próximos dias se isso pode ocorrer. Entende-se que a Nissan esteja extremamente frustrada com a possibilidade de perder um piloto com quem assumiu um compromisso inicial.

Albon deveria testar pela Nissan em Valência nesta semana, ao lado do companheiro de equipe Sebastian Buemi, mas ele não apareceu na pista nesta terça-feira.

Albon tomou a decisão de ir para a Fórmula E na época do GP da Hungria, quando parecia que nenhuma oportunidade na Fórmula 1 estaria próxima. Ele assinou um contrato de vários anos com a Nissan, cuja equipe de Fórmula E é dirigida pela DAMS – equipe pela qual ele venceu quatro corridas de F2 em 2018.

No entanto, as movimentações subsequentes no mercado de pilotos – como a decisão de Daniel Ricciardo de se juntar à Renault, que levou à promoção de Pierre Gasly da Toro Rosso à Red Bull Racing – deixaram a equipe de Faenza com poucas opções.

Albon foi apoiado pela Red Bull no kart e na Fórmula Renault, mas foi retirado do plantel de pilotos depois de 2012. No entanto, desde então o piloto anglo-tailandês – que terminou como vice-campeão da GP3 em 2016 – voltou a impressionar Marko.

Se as conversas forem bem sucedidas e a mudança para a F1 for concluída, Albon se juntará a George Russell e Lando Norris como graduandos da F2, enquanto Hartley – que foi trazido de volta para a Red Bull no meio de 2017 – será deixado sem um cockpit.

Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13

Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Next article
Chefe espera “passo à frente” de Bottas em 2019

Previous article

Chefe espera “passo à frente” de Bottas em 2019

Next article

Seria “fantástico” ter mais um GP nos EUA, diz chefe da Haas

Seria “fantástico” ter mais um GP nos EUA, diz chefe da Haas
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Alexander Albon
Equipes Toro Rosso Shop Now , DAMS
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias