"Tenho encontrado o caminho e sido competitivo”, garante Senna

Dono da segunda volta mais rápida na Índia, brasileiro acredita que poderia lutar por top 5 com classificação melhor

Com ultrapassagens seguras e um bom ritmo, comprovado pela segunda volta mais rápida da corrida, Bruno Senna avaliou positivamente seu desempenho no final de semana do GP da Índia. O piloto da Williams, inclusive, acredita que brigaria com os cinco primeiros caso não tivesse errado na classificação e largado apenas em 13º. O brasileiro terminou a prova em décimo.

“Foi uma boa corrida, a gente tinha um ritmo muito forte”, afirmou ao TotalRace. “Se não tivesse ficado preso atrás de outros carros, seria melhor. No final, meu ritmo era igual ao do Vettel. Claro que ele estava administrando a corrida, mas nós também tínhamos um pouco de reserva. [Sem a classificação ruim], a gente tinha ritmo para andar com o pessoal que estava lá na frente”.

Senna se disse satisfeito com seu rendimento nas últimas provas e acredita que achou “o caminho” para ir bem. Só falta, entretanto, encaixar boas classificações. “Isso só prova que temos um carro competitivo e precisamos largar mais à frente para conquistar mais pontos. Durante o final de semana inteiro, fui competitivo e na classificação cometi um pequeno erro que me trouxe muito dano. Mas todo mundo erra. Estou contente com a prova, mesmo com todas as dificuldades”.

Embalado, o piloto acredita que pode ir bem na próxima etapa. “Estou bastante animado para Abu Dhabi. Sei que é uma pista totalmente diferente, com outros desafios, mas, de uma forma ou de outra, tenho encontrado o caminho e sido competitivo”.

Perguntado sobre o momento em que marcou a segunda volta mais rápida da prova, Bruno revelou que já não tinha muitas pretensões, mas queria saber qual o verdadeiro ritmo do carro, após ficar preso atrás de outros pilotos por boa parte da prova. “Quando passei o Rosberg, o carro tinha uma performance boa, mas havia oito ou sete voltas para o final. Sabia que não chegaria no Grosjean, que estava muito longe, e queria garantir que terminaria a corrida. Ataquei para ver o que dava para fazer e foi legal”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias