Tilke espera ver muitos erros dos pilotos na pista de Austin

Projetista do novo circuito fala em curvas cegas e desgaste de pneus, mas prefere não prometer ultrapassagens

Pelo menos antes dos carros entrarem na pista, o novo traçado da pista de Austin, nos Estados Unidos, vem sendo coberto de elogios. E seu projetista, Hermann Tilke, responsável pela grande maioria das pistas que estrearam na Fórmula 1 nos últimos 10 anos, espera que os pilotos tenham vida dura para descobrir os segredos de sua mais nova obra.

“Acho que há algumas partes realmente difíceis na pista. Espero que os pilotos cometam muitos erros no primeiro treino, mas eles são tão bons que vão aprender rapidamente, porque são os melhores do mundo”, afirmou à Autosport.

“A pista sobe e desce, e há ainda uma curva em que a elevação é no lado errado. Será difícil para os pilotos, será difícil acertar o carro e duro manter os pneus funcionando corretamente. Isso pode significar que devem haver mais problemas com os pneus, o que será bom para a corrida.”

Fala-se em até quatro pontos de ultrapassagem na pista, mas Tilke quer esperar os carros andarem no traçado para ver o que acontece. Afinal, o arquiteto e engenheiro lembra que o layout não é o único fator que importa.

“Esse ano houve muitas ultrapassagens em Abu Dhabi, e há oportunidades de ultrapassar aqui. No final, a ultrapassagem só é possível quando um piloto mais rápido está atrás de um mais lento. Do contrário, não é possível.”

Mesmo feliz com seu mais novo “filho”, o alemão espera a aprovação dos principais personagens do espetáculo. Temos de ver o que os pilotos dirão. A primeira impressão será importante, e tomara que seja positiva. Mas você nunca sabe como funciona.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Tipo de artigo Últimas notícias