"Tirando o máximo do carro", Hulk comemora oitavo lugar

Alemão pontuou pela Force India na corrida caseira da equipe; Di Resta teve final de semana para esquecer na Índia

Um dos pilotos que mais avançou em relação a sua posição de largada no GP da Índia, Nico Hulkenberg subiu quatro lugares para ser oitavo colocado e pontuar pela Force India em sua prova caseira. O alemão aproveitou a largada para ganhar terreno e, correndo sozinho, pôde controlar seu ritmo.

“Estou muito feliz com o resultado de hoje e acho que o oitavo lugar era o máximo possível. Foi uma grande performance da equipe e sinto-me satisfeito. Não larguei bem, mas ultrapassei Rosberg e Maldonado. Fiquei sozinho por boa parte da prova, mas no final Grosjean se aproximou bastante. Deu para sentir o apoio à equipe vindo das arquibancadas e é ótimo que tenhamos marcado pontos para eles.”

Já seu companheiro Paul di Resta teve um final de semana para esquecer, longe do ritmo do alemão desde os treinos livres. O escocês afirmou que não conseguiu acertar bem o carro e reconheceu que o 12º lugar era o máximo que podia obter na Índia.

“Foi uma tarde muito dura, mas acho que atingimos tudo o que podíamos na corrida porque não consegui tirar mais do carro hoje. Dei o máximo que podia o tempo todo. Tive dificuldades com o equilíbrio ideal por todo o final de semana. Identificamos alguns problemas ontem, que continuaram na corrida. Tenho certeza de que a equipe pode superá-los para sermos competitivos em Abu Dhabi.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Paul di Resta , Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias