Todt descarta que FIA tenha os mesmos problemas da FIFA

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo descartou que a organização possa passar por um escândalo semelhante ao que sacudiu os dirigentes do futebol

Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), descartou a possibilidade do órgão que comanda passe por um escândalo de corrupção semelhante ao da FIFA.

"É impossível que a FIA tenha os mesmos problemas de corrupção que teve a FIFA", declarou o francês.

Recentemente a Fórmula 1 esteve sob a mira da justiça alemã, após o caso de Bernie Ecclestone, que teria dado 44 milhões de dólares ao ex-banqueiro Gerhard Gribkowsky, para se certificar de que a empresa para a qual o alemão favorecia fizesse investimentos na Fórmula 1. O máximo mandatário da categoria negou que este assunto tenha a ver com corrupção. O caso ainda está sendo julgado pela justiça do país.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags ecclestone, fia, fifa, jean todt