Toro Rosso firma acordo para ter motores Ferrari em 2016

Após passar um ano com motor Renault, time de Faenza voltará a ter propulsores da Ferrari na próxima temporada

Com a aprovação de uma regra que permite times fornecedores de motores concederem unidades “atrasadas” para seus clientes, o caminho ficou livre para que a Toro Rosso tivesse novamente unidades de potência da Ferrari.

O acerto foi firmado e os motores italianos da última especificação de 2015 estarão à disposição da Toro Rosso no próximo ano.

O time irmão da Red Bull teve em sete de seus dez anos de existência motores da montadora de Maranello. As exceções foram 2006 - com a Cosworth - e 2014 e 2015, quando mudou para Renault seguindo sua equipe matriz.

O time também confirmou oficialmente que Max Verstappen e Carlos Sainz serão mantidos.

"É ótimo trabalhar com a Ferrari de novo", disse o chefe da equipe, Franz Tost.

"Nós tivemos um relacionamento que deu muitos frutos no passado, e tenho certeza que não vai demorar muito para todos nós estarmos trabalhando muito bem juntos novamente.”

"É verdade que o tempo vai ser muito apertado para nós estarmos prontos para o primeiro teste, mas temos a equipe certa de pessoas para fazer isso e estou confiante de que juntos vamos conseguir um pacote competitivo para o próximo ano. Que venha 2016."

O time fechou 2015 com 68 pontos e em sétimo o campeonato de construtores.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Ferrari , Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias