Toro Rosso se diz relaxada sobre motores e aguarda acordo com Ferrari

Escuderia deverá utilizar os motores italianos em 2016

 Chefe da Toro Rosso, Franz Tost afirmou estar otimista quanto aos planos de a escuderia de conseguir um motor para a temporada 2016 ser resolvido de forma iminente. A equipe que serve de preparação de jovens pilotos para a Red Bull utiliza atualmente motores Renault e deve fechar um acordo para correr de Ferrari.

Por sua vez,  “irmã” Red Bull ainda está distante de uma solução. Há a informação que a Ferrari concordou em fornecer para Toro Rosso unidades de potência com especificação de 2015. No entanto, um anúncio ainda depende do ok do dono da fábrica de bebidas energéticas, Dietrich Mateschitz.

“Estou convencido que em um período curto de tempo estaremos com tudo resolvido. Temos de nos concentrar em ter tudo pronto a tempo para liberar os desenhos e mais uma vez a produção será muito pesada. Mas isso é F1. É assim que funciona e estamos preparados”, disse Tost ao Motorsport.com.

A demora para um acordo pode gerar problemas na Toro Rosso na preparação do carro para a temporada 2016 a tempo dos testes de pré-temporada em fevereiro.

“Fizemos um encontro na última semana de força-tarefa em relação ao desenho e à produção, e decidimos montar um turno de três horários. Mas não está nas minhas mãos falar sobre prazo final. Tenho de aceitar o que vier.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags franz tost