Tost vê Kvyat pronto para ser campeão a partir de 2017

Chefe da Toro Rosso acredita em potencial do russo para lutar por vitórias e campeonatos nos próximos anos

Sétimo no campeonato do último ano, Daniil Kvyat é a aposta do chefe da Toro Rosso para fazer história na Fórmula 1 nos próximos anos.

"Se eu fosse chefe de uma equipe top, o pegaria para 2017 imediatamente", disse Franz Tost.

"Porque em 2017 ele estará pronto para vencer corridas e também vai estar pronto para lutar pelo campeonato. Estou convencido disso.”

"Ele tem todos os ingredientes que você precisa para ganhar corridas ou campeonatos", prosseguiu. "Assim como ele fez na GP3, porque ele ganhou as corridas e ganhou o campeonato no final da temporada, o que é muito mais difícil, já que tudo está definido a partir do meio da temporada em diante.”

"Ele é completo. Partindo do lado mental, sempre foi forte o suficiente para conseguir. Portanto, estou convencido de que ele pode fazer o mesmo na Fórmula 1."

Segundo ano foi mais difícil

Depois de sua bem-sucedida temporada de estreia com a Toro Rosso, Kvyat passou por corridas difíceis na Red Bull, algo que Tost esperava.

"Eu sempre disse aos pilotos que eles precisam de um mínimo de três anos para entender a Fórmula 1, porque a Fórmula 1 é muito complicada. No primeiro ano, eles simplesmente aprendem o que está acontecendo - e Kvyat teve um primeiro ano muito bom com a Toro Rosso.”

"O segundo ano na maioria das vezes é o ano mais difícil, também por causa das expectativas. Eu sempre digo aos pilotos: 'você precisa de três anos’. Mas, é claro, eles não acreditam em mim. Eles pensam que sabem tudo, mas isso não é verdade.”

"Daniil teve que enfrentar isso, como todos os outros pilotos. Você quer ser rápido, mas não entende os pneus 100% ou a configuração do carro. Só no terceiro ano que você aprende o que está realmente acontecendo na Fórmula 1.”

Período de acidentes

Tost também disse que Kvyat passou pelo que ele chama de um "período de acidentes" no ano passado.

"(Isso acontece) dentro de três anos e é algo que um piloto tem que ter", explicou Tost. "Porque de outra forma ele não sabe onde está o limite.”

"Daniil teve uma parte deste período de acidentes no ano passado, o que é muito normal para um jovem piloto. Não se esqueça, ele foi da GP3 para a F1 e tem só 21 anos.”

"O problema de Dany foi que ele foi da Toro Rosso para uma equipe absolutamente top. Ele deveria ter ficado um período de no mínimo dois ou três anos com a gente na Toro Rosso, porque os acidentes não seriam o foco.”

"Mas, em uma equipe de ponta, há cobrança. 'Por que ele está batendo, por que é que ele não andou bem? Para mim foi normal.”

Colaborou Oleg Karpov

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniil Kvyat
Equipes Red Bull Racing , Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias