Trabalho entregue, diz Alonso após ficar em 8º na Áustria

compartilhar
comentários
Trabalho entregue, diz Alonso após ficar em 8º na Áustria
Por: Redacción
Traduzido por: Daniel Betting
1 de jul de 2018 17:41

Largando dos boxes, espanhol brilhou com uma grande recuperação e, sem ser afetado pelo problema de bolhas nos pneus enfrentado por muitos pilotos, terminou em 8º na Áustria

Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33, is returned to the McLaren garage
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33

A McLaren decidiu trocar o MGU-K e a asa dianteira do carro de Alonso de sábado para domingo, o que o forçou a largar do pitlane e fazer uma corrida de recuperação no GP da Áustria.

Isso o ajudou a evitar os problemas das primeiras curvas e, com o abandono de Valtteri Bottas e a aparição do safety car virtual, fez sua parada como os pilotos que terminaram no pódio, para chegar ao final da corrida. A partir daí, começou a trabalhar em um ritmo consistente e uma boa gestão de pneus que, somados a vários abandonos, conseguiu voltar aos pontos.

"Trabalho entregue", disse o espanhol aos microfones da Movistar + F1. "É o que eu disse aos engenheiros no rádio. Chegamos nos pontos e conseguimos entrega-los com segurança para a equipe."

Alonso explicou que ser bloqueado por outros carros complicou sua vida no início, mas comemorou o fato de a McLaren não ter enfrentado os problemas de bolhas nos pneus que afetaram outros pilotos: "Não foi uma corrida isenta de dificuldades, sobre tudo no começo com todo o tráfego. Quando você vai atrás de seis ou sete carros, fica totalmente bloqueado."

Leia também:

"Depois do pitstop, as pessoas começaram a ter problemas com as bolhas nas rodas traseiras, nós não, e graças a isso começamos a nos recuperar no final. Precisamos saber por que não tivemos as bolhas e se fizemos algo diferente do outros, mas essa certamente foi a chave para a recuperação."

Alonso revelou que a asa montada no MCL33 não era desta temporada, mas de 2017, e se mostrou surpreso como tudo correu bem

"Nós não sabíamos como seria com essa asa. É do ano passado, a instalamos e não sabíamos nem qual ângulo colocar, porque com este carro nunca tínhamos corrido com ela".

"Saímos um pouco cegos para a corrida sem saber como o carro estava indo, e com tanto tráfego não consegui dizer nada à equipe. O Safety Car vitual saiu, tentamos parar e acho que tudo correu muito bem".

O piloto da McLaren descreveu as dificuldades de ultrapassar no Red Bull Ring, apesar das três zonas de DRS, mas disse estar muito satisfeito.

"Apesar das três zonas de DRS, tive poucas oportunidades de ultrapassagem. Tive praticamente uma oportunidade, que se não passasse, os pneus superaqueceriam muito e nas voltas seguintes seria mais complicado".

Próxima Fórmula 1 matéria
Stroll é punido por não obedecer bandeiras azuis

Previous article

Stroll é punido por não obedecer bandeiras azuis

Next article

Verstappen mereceu vencer, admite Vettel, novo líder da F1

Verstappen mereceu vencer, admite Vettel, novo líder da F1

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Autor Redacción
Tipo de matéria Reactions